sexta-feira, 4 de abril de 2008

Seu Osvaldo, o Cambota

Lá estava eu trabalhando numa boa Rádio de Porto Alegre, quando recebi a visita de um senhor. Osvaldo era seu nome, que me fez convite para dirigir uma Rádio em Minas do Butiá, no interior do RS. Cidadezinha que vivia em função das minas de carvão (que cheiro de enxofre minha gente, epa). Ele era padeiro entregando pães de casa em casa, como habitual naqueles tempos. Nada entendia do assunto e por isso queria alguem que entendesse de Rádio. Eu tinha vinte e poucos anos, estou agora com 76. Fiquei pensando no assunto, mas acho que pensei demais até tomar uma decisão. Tinha custado muito para chegar a Meca do Rádio gaúcho, depois voltar para o interior. Pois larguei tudo, tomei um ônibus (sou meio invocado com esse negocio de TOMAR UM ÔNIBUS, mas que seja) e fui para tal cidade sem nada conhecer da região. Chegando lá um bela surpresa! Já havia outro no cargo oferecido, mas como um otimista ferrenho e o dono da Rádio uma excelente pessoa com um grande coração, me ofereceu vaga para fazer locução e apresentar um programa de auditório. Fui muito feliz por lá. O apelido do seu Osvaldo era CAMBOTA (pessoa que tem as duas pernas muito tortas, diziam que dava para passar matilha de cães brigando entre suas pernas). Cambota onde quer que estejas, muito obrigado amigão, jamais esquecerei de ti.

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html