sexta-feira, 16 de maio de 2008

Equipes do rádio - Guairacá, por Paulo branco

Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

As equipes do rádio

Não foi uma, nem duas as equipes das quais participei, que eram formadas pelos melhores profissionais da época. No entanto, não conseguiram sobreviver por muito tempo. Olhe que não foi falta de engajamento de seus profissionais ao projeto. Algumas formadas com objetivos claramente políticos, que depois que atingiam seus ideais, deixavam seus integrantes a ver navios. Nada a fazer. Muitas vezes não havia contrato, nem carteira assinada. A última aguentou dois anos, era a da Rádio Cidade, hoje Rádio Globo. Naufragou junto com o Consórcio Nasser, grupo proprietário. Foi a maior e melhor equipe que já integrei. Mas esta história fica para mais adiante, porque antes vou contar quando esttive na Rádio Guairacá, sob a direção do Grupo Paulo Pimentel. Ali trabalhei por 9 anos, até que o governo militar cassou seu prefixo, quando então já era Rádio Iguaçu. Motivo: política. Até mais.

Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

1º de maio de 1968, nova fase na Guairacá

Nesta data comecei uma nova empreitada na minha carreira profissional. Eu chamo de segunda fase na Rádio Guairacá de Curitiba, agora em novo endereço e sob a nova direção do Grupo Paulo Pimentel . Funcionava na Barão do Rio Branco próximo da Câmara de Vereadores, junto aos jornais "O Estado do Paraná" e "Tribuna do Paraná". Uma equipe de primeira, fizemos um bom rádio com recursos técnicos que tínhamos. Meu programa era das 06 às 08 da manhã. Fazia também reportagens e coberturas de eventos. Cobri festivais, tais como o famoso festival de música da Record em São Paulo, tendo os abalizados comentários de Antonio Carlos Rocha. Ainda, na direção artística, o também profundo conhecedor de música popular brasileira e das coisas do rádio, Euclides Cardoso. Trabalhávamos bastante, mas era tudo muito divertido. Vou lembrando e contando tudo o que lembrar dessa fase áurea do nosso "broadcasting". Cheguei a realizar cobertura de um pleito eleitoral para governador, sozinho no TRE, alí no Setor Histórico de Curitiba. A parte de logística era do Antonio Cipriano Bispo, hoje advogado, tenente coronel da PM na reserva, criador e editor até hoje do "Jornal do Automóvel do Estado do Paraná". Temos muito o que contar, mas vamos por partes.
RELÓGIO DAS FLORES - (Praça Garibaldi, Alto São Francisco), Setor Histórico de Curitiba. (foto: www.curitibacityphotos.blogger.com.br - Luiz Bocian )


Quinta-feira, 15 de Maio de 2008

Samba de uma nota só...

(nova fase na Guairacá - continuação)

foi mais ou menos o que a direção da emissora pediu que eu fizesse. Seguinte: a emissora não ia fazer a cobertura do pleito a que me referi, mas na última hora, políticos de uma determinada região do Estado falaram com o governador Paulo Pimentel, alegando que na região deles só entrava a Guairacá. Sem a cobertura, eles não teriam notícias da votação. Começou então o corre-corre junto a Telepar, para que instalasse um linha no TRE. Lá vou eu sem material nenhum para anotações, etc, etc..., só havia a cabine e a linha para transmissão. Chegando, observando o ambiente, vi que a Rádio Independência tinha uma enorme equipe de estudantes de jornalismo para fazer a cobertura. A cabine deles era ao lado da que me foi destinada. Eles tinham listagens mimiografadas, com os nomes de todos os concorrentes. Só preenchiam com os números que iam sendo anunciados. Pedi aos colegas algumas listas. Resposta: pode pegar quantas você precisar. Foi o que fiz. Meio caminho andado. Não necessitava anunciar os resultados em primeiro, porque para onde iria transmitir só entrava a Guairacá, daí que era só esperar o pessoal da Independência anunciar. Na cabine ao lado ia anotando, quando eles terminavam, começava a ler minha lista. Simples,não? O meu amigo Bispo ainda trazia refrigerante e suculento sanduíche. Fizemos toda a cobertura e ficamos todos felizes. Missão cumprida. Houve até uma cumprimentação pelo trabalho. É como diz aquele velho ditado popular: "quem não tem cão, caça com cachorro mesmo".

Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

Equipe da Voz Nativa dos Pinheirais

Recordando alguns nomes da Rádio Gairacá, a "Voz Nativa dos Pinheirais", com os quais tive a honra de trabalhar e aprender muito. Já citei alguns em matérias outras, volto a repetí-los, e outros serão "blogados" agora. Na sequência, outros grandes valores virão à memória.

Recordo com grande carinho de Valtor Ferreira Ramos, Luiz Nivaldo Maciel, Carlos Cruz, J.Neves, Tito Rakóski, Rude de Oliveira, Luiz Borba, Antonio Freitas, Hugo Luiz, Ari Laurindo, Rogerio Sermann, Jamur Junior, Abel Trevisan, Clemente Norberto, Antonio Carlos Rocha, Daltro Melandrusco, Nestor Baptista, Augusto Mafuz, Oduvaldo Brasil, Alcides Vasconcelos e Cipriano Bispo.

Trabalhei no grupo GPP por 09 anos e neste ínterim, a emissora passou por uma ampla reforma e foi transferida da Barão, juntamente com os dois jornais, para o Bairro Merces em sede própria. Lembro que ficamos seis meses sem nenhuma atividade, mas recebendo nossos salários em dia, até que fossem inauguradas as novas instalações.
Também, já citado em outro artigo, o Toni Mineiro, agora já na Rádio e TV Iguaçu, marca que sucedeu a Guairacá.

Ah!... deixei de mencionar mas vieram à cachola, outras excelências da "Voz Nativa dos Pinheirais".
Poderia ter inserido acima, mas ainda sou do tempo da velha e amiga máquina de escrever, e para não perder hábito e o papel, continuo em tempo com as lembranças de JJ de Arruda Neto, Nerval Junior (Jung) Binda, Munhoz do Turfe - o nosso querido Raphael Munhoz da Rocha, a mais de 60 anos no turfe paranaense. Lembrança carinhosa do nosso saudoso, que em registro era o Rosilto Portela, e conhecido com o nome artístico de Rosildo Portela.

Esqueci de alguém? Bem, independente da polêmica que
acabou acarretando na proibição da venda do Biotônico Fontoura - em abril de 2001 a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou no Diário Oficial uma portaria determinando que as empresas produtoras de fortificantes retirassem o etanol (álcool etílico) das fórmulas de seus produtos -, ainda tenho na farmácia de casa o Biotônico Fontoura, como também os tradicionais Merthiolate e Hipoglós. Recorrerei então ao Biotônico Fontoura, aliás recomendado por Monteiro Lobato no "Almanaque do Jeca Tatu", editado pelo Laboratório Fontoura (Fonte: www.rxonline.com.br/publicacoes/ revista Pharmacia Brasileira, mar/abr 2001).

Voltarei com novas lembranças de amigos, colegas e equipes do Rádio.

Email thisSubscribe to this feedPowered By FeedBurnerAdd to Yahoo MyWeb2Blog ThisAdd This!Bookmark/Share

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html