sexta-feira, 30 de maio de 2008

A hora que a Iguaçú saiu do ar

Eu não estava lá, na hora em que a Rádio Iguaçú saiu do ar para nunca mais voltar, naquele fatídico 27 de maio. Tinha sido escalado para fazer cobertura de evento na Refinaria da Petrobrás, algo relativo a Usina de Uréia. Próximo ao almoço, chegou um colega de uma outra emissora e me disse que a Rádio tinha saído do ar, por determinação federal. Foi como se eu tivesse perdido alguém da família repentinamente, tanto que não acreditei, continuei fazendo entrevistas, almocei no local e voltei para os estúdios, já no meio da tarde. Silêncio. Foi aí, e só aí, que a ficha caiu e tive consciência de que de uma hora pra outra, não tinha mais trabalho, nem equipe, nem programa e, nem salário. Inacreditável. Não tive problemas financeiros que outros devem ter tido, já era Relações Públicas da Rádio Atalaia, além de prestar assessoria ao prefeito Luís Fernandes, de Piraquara(PR). Mas, pessoalmente, foi um baque e tanto. Os profissionais não foram respeitados, os ouvintes não foram respeitados, os patrocinadores não foram respeitados. É triste, mas é verdade. É TRISTE TAMBÉM RECORDAR, MAS DIZEM QUE RECORDAR É VIVER.

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html