terça-feira, 14 de outubro de 2008

Qual PT: laranja, rubro-azul ou vermelho?

Depois de receber um email do Floris, eu é fiquei preocupado. A certa altura do texto, ele diz: "Estou escrevendo este texto porque me causou muita preocupação as opiniões e debates levados por filiados e alguns dirigentes nas colunas do Fábio Campana e Hora H News. Principalmente o Hora H News, que não passa de um panfleto de mau gosto, escrito por colunistas lacaios da direita e do autoritarismo. Um tipo de imprensa que nada contribui para a boa informação e construção da DEMOCRACIA.É importante ficar claro que não existe nenhum problema se o filiado externar suas opiniões elogiosas ou críticas construtivas na imprensa." E segue, ...

Fiquei preocupado, pois se a imprensa critica, ela passa a ser lacaia, autoritária e não constrói a democracia. Mas que inversão de valores, meu caro.

"Democracia" é somente a do PT? Convivi muitos anos dentro do PT, até ser "fritado" como disse o Cordiolli, ou ser mandado pra Sibéria, como costumo dizer. Mas meu COURO aguenta. Democracia? Debate interno? Podemos discordar, sem medo de ser execrado? Ou a cúpula vai agir como fizeram com a Clair, Padre Roque, e outros que foram maltratados e humilhados em reuniões, que tive o desprazer de acompanhar.

Ora, será que o Vargas e sua "corrente" aprenderam e vão reciclar. Duvido. Mais uma vez é só retórica. Tratam a todos que são contrários, com aquelas coisas de lacaios, autoritários, direitistas, pelegos, etc... e tal.
E o outro André, vai cumprimentar?

Não estou acompanhando as questões do PT, acho que me incluíram numa lista de "personae non gratae". Abri minha bocarra, e quem tem boca grande, não entra no reino do PT. Mas fui citado e estou no direito da réplica.

O texto do Florisvaldo levou-me a procurar as notícias. E cheguei ao debate iniciado pelo Ivo ( http://www.fabiocampana.com.br/?p=16359 ). Lendo, e já concordando com algumas das opiniões, quero também expressar a minha. Posso Florisvaldo?

Venho acrescentar que na campanha de 2004, quando atuei na campanha desde a fase de preparação do Programa de Ação Governamental (PAG) e depois na Mobilização de Campanha, ouvi do Nizan: -"o `PT tem que aprender a perder a soberba...". Acredito que não perdeu, como aprimorou outros pecados.

Um deles é a mentira. Ouvi várias vezes na campanha passada, de taxistas, ou de transeuntes, ou da população em bairros limítrofes da Grande Curitiba, que o PT estava mentindo para população, ao não apresentar o vermelho e a sua Estrela. Depois entendi, que a estratégia era apresentar a dupla "vermelho-azul", de interesse outros. Nesta campanha, disseram aos quatro ventos que iriam apresentar o verdadeiro PT, tal qual em Fortaleza, Recife, Porto Alegre, e a cor vermelha, com a e ESTRELA, iriam predominar ( muitos "neo-petistas" nem sabem a razão que a esquerda utiliza o vermelho e a estrela). Porém, a cor laranja e o branco predominaram nas esquinas. Será que a campanha foi uma "laranjice"? Mais uma vez, a "onda vermelha" pulou Curitiba.

A grande maioria da cúpula petista é narcisista, e ainda, olha para o espelho e só vê a Fera. Não se vêem com amor e coragem para enfrentar suas fraquezas, junto com a força para expressar sua determinação.

A arrogância de alguns petistas, continua cada vez mais forte. Companheirismo, hoje, é palavrão. Solidariedade é jargão polonês. Discordou, vai pro paredão.

Entrando nas questões eleitorais: se aqui no Paraná não for da República de Londrina, "tu és descartável". Nas disputas externas, qualquer que seja, os outros são adversários. Mas nas internas, você é tratado como inimigo.

Na campanha passada, na qual mais de 200 colaboradores participaram, o PAG foi desprezado pelos marketeiros terceirizados pelo Duda Mendonça. Nesta campanha, ao que parece, copiaram o PAG "marketodológico" da campanha passada. Plagiando o Abelardo, nosso velho guerreiro: - "No PT nada se cria, tudo se copia".


No tocante a estrutura partidária, qual a diferença do PT doutros partidos? Não me venham com a balela que existe o PED ( Processo Eleitoral Direto) para as direções. Só votam os feudos e os "acabestrados". Depois é claro, de um transporte leva e traz ( eu chamava "carona solidária" ) e do devido pagamento. Quando não dá quorum, simplesmente expurgam nomes da lista e produzem o tal "quorum".
E por aí vai....

Lembrando o final da "Carta de Princípios" de 1º de maio de 1979: "
O PT declara-se comprometido e empenhado na tarefa de colocar os interesses populares na cena política e de superar a atomização e dispersão das correntes classistas e dos movimentos sociais. Para esse fim, o Partido dos Trabalhadores pretende implantar seus núcleos de militantes em todos os locais de trabalho, em sindicatos, bairros, municípios e regiões. O PT manifesta alto e bom som sua intensa solidariedade com todas as massas oprimidas do mundo.". Este PT existe? Cadê o PT do bem ( nada a ver com a laurice do beto ), puro e virtuoso?

Finalizo, declarando que não participarei da reunião. Provavelmente, se for confirmada, será num horário que poucos podem participar e o espaço é pequeno. Ou seja, só a cúpula vai refletir novamente. E, é óbvio, vai reconhecer um erro aqui, outro ali. Ao final, ora,tudo com dantes no quartel de Abrantes. Daí, soltam uma nota na imprensa e dizem que o partido está forte e unido. A militância, se não tem INTERNET ou não compra jornal, bem..., a militância, por quê se incomodar?

Quanto ao escriba aqui, eles vão dizer que são lágrimas de crocodilo.

José Daniel, do Blog "Da Boca do Jacaré" - http://dabocadojacare.blogspot.com

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html