quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Gafes e causos cômicos - Carlos Kleina

O meu amigo Carlos Kleina, grande plantão esportivo, locutor apresentador e noticiarista de Rádio e Televisão, há muitos anos vem emprestando a sua competência e o seu talento aos nossos meios de comunicação. Excelente profissional, é também um tremendo brincalhão e existem diversos causos divertidos dos quais ele foi personagem de destaque. Durante muito tempo ele ficou me negaceando, fugindo da promessa de me contar algumas das suas gafes. Não adiantou a sua fuga.

Certo dia, num bate-papo do qual participei com ele, Élson Faxina, Cláudio Ribeiro e José de Melo, muitos causos foram contados e o Faxina entregou o Kleina. Eu anotei e conto pra vocês.

Faz muitos anos que isso aconteceu. Foi durante uma transmissão esportiva da "Equipe Positiva", na Bedois. Lombardi Júnior fazia a narração de um jogo e Kleina era o plantão, no estúdio. Em dado momento, Kleina informou a Lombardi que acabara de receber a notícia de que Emerson Fitipaldi comunicara o fim da escuderia "Copersucar", a única empresa brasileira criada para disputar a Fórmula Um. Ao encerrar a notícia que deixou Lombardi Júnior surpreso, Kleina disse assim:

- Pois é Lombardi. Isso é "lamentoso".

E o Lombardi, irônico, detonando o Kleina respondeu:

- Lamentável foi esse seu "lamentoso", Kleina.

Na verdade, a palavra "lamentoso" existe, mas lamentável se aplicava melhor e daí a gozação do Lombardi.

Carlos Kleina

fonte: Gafes e causos - Site do Ubiratan Lustosa

Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Reverbenation
Contato: pbradialista@yahoo.com.br

Pingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google ReaderSubscreva-se em NewsGator OnlineAdd to netvibesSubscreva-se em BloglinesAdd to Pageflakes Add to Technorati Favorites

Grandes radialistas e suas gafes - Coronel Horonato

E vai mais uma das que o meu amigo Donato Ramos enviou. Essa tem até a data da ocorrência: 9 de maio de 1980.

Na Rádio Independência de Cascavel, o apresentador "Coronel" Honorato era o titular de um programa de grande audiência. No mês de maio daquele ano, "Coronel" Honorato fez uma grande promoção para o Dia das Mães.

Certo dia, abordando o assunto ele falou bem assim:

- "É isso aí, ouvintes. No Dia das Mães nós vamos dar muitos presentes para elas. Presentes para as mães mais bonitas, para as mães mais feias, para as mães mais isso, mais aquilo, e para as mães mais idôneas."

Nossa! Foi de lascar. A turma não agüentou. Ele queria dizer mães mais idosas... e disse mais idôneas. Ficou muito chato e as gargalhadas vieram impiedosamente.

fonte: Gafes e causos cômicos - Site do Ubiratan Lustosa

Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Reverbenation
Contato: pbradialista@yahoo.com.br

Pingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google ReaderSubscreva-se em NewsGator OnlineAdd to netvibesSubscreva-se em BloglinesAdd to Pageflakes Add to Technorati Favorites

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Maciel e o "casal 20" na B2

Foi em junho de 1990. Sob o comando da Fundação Nossa Senhora do Rocio, a Rádio Clube Paranaense contava com alguns sacerdotes em sua administração.

A linha de conduta dos funcionários certamente era uma das suas preocupações.

Um dia, um padre ligado à Rádio chamou para uma conversa particular os responsáveis pelo Departamento Comercial, Julio Mazepa e Emilson Pohl. Eles, após um período em que haviam trabalhado em empresas distintas, haviam voltado a trabalhar juntos na Bedois. Depois de muitos rodeios, cheio de constrangimento, o padre criou ânimo e, com muito respeito, perguntou se eles tinham entre si alguma ligação amorosa, em resumo, se eram um casal.

O impacto da pergunta deixou atônitos os dois eficientes profissionais.
Depois, começaram a rir e foram às gargalhadas.

E descobriram que o culpado daquele constrangedor equívoco era o "Véio Zuza" - esse era o apelido do Luiz Nivaldo Maciel. Emilson e Júlio formavam uma excelente dupla de vendedores e estavam sempre juntos nas visitas às Agências de Propaganda e aos clientes diretos. Assim, saiam juntos, voltavam juntos, freqüentemente no mesmo carro.

Gozador inveterado, o Luiz Nivaldo os chamava de "Casal 20". Era a maior gozação.

Estando em Roma com a equipe de Lombardi Júnior, na Copa do Mundo de 90, o "Véio Zuza" maldosamente enviou uma "cartolina postale", assim os italianos chamam os conhecidos cartões postais que são remetidos sem envelope.

O cartão chegou à Rádio e foi lido por todo mundo. Estava escrito no cartão:
"Agora que vocês voltaram a formar o "Casal 20", Roma seria o local ideal para a Lua de Mel".

Todo mundo entendeu que era gozação, menos o ingênuo e zeloso sacerdote.
O Luiz Nivaldo festejou com gargalhadas a confusão que arrumou para os seus amigos.

E os nossos arquivos ganharam mais um fato cômico.

Cartão enviado de Roma por Luiz Nivaldo Maciel. A gozação deixou Júlio Mazepa e Emilson Pohl em maus lençóis, provocando muitas gargalhadas da turma da Bedois.

fonte: Site do Ubiratan Lustosa

Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Reverbenation
Contato: pbradialista@yahoo.com.br

Pingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google ReaderSubscreva-se em NewsGator OnlineAdd to netvibesSubscreva-se em BloglinesAdd to Pageflakes Add to Technorati Favorites

Carregando imagem

Clique em qualquer lugar para cancelar

Imagem indisponível

Chacon e o Alzheimer

Numa noite de abril de 2007 estive num churrasco com a turma do "Salseiro Futebol & Festa", lá na Vila Fanni, numa propriedade do Jan Szpatowski, advogado que, anos atrás, foi um grande apresentador de noticiários no Rádio e na TV.

Estávamos batendo papo, o Dr. Jan, o Juiz do Trabalho Dr. Ney José de Freitas, o veterano radialista e homem de TV Chacon Júnior, e eu. Aí, o Jan estava contando um caso pra gente e, de repente, titubeou por um instante, e não lembrava como continuar a sua narrativa. Cruel, o sarcástico Chacon não perdoou o vacilo e com expressão de compaixão disse:

- Alzheimer.

Todos riram e o Jan, lembrando logo em seguida o que queria dizer, continuou a contar o caso como se não tivesse ouvido a provocação do Chacon.

Após algum tempo, numa extemporânea reação, o Jan gritou revoltado:

- E Alzheimer quem tem é você e a sua avó.

O Chacon olhou bem sério pra ele e, ante o atraso com que veio a reação do Jan, apenas disse com ar de quem está penalizado:

- Confirmado: é Alzheimer mesmo.

E a gente teve que rir mais uma vez. Chacon Júnior é um tremendo gozador. Foi uma noite de muitas gargalhadas.


Na sede do "Salseiro", Ney José de Freitas - Juiz do Trabalho (excelente cantor e banjoísta), o veterano radialista e homem de TV Chacon Júnior, Jan Szpatowski - advogado (e ex-noticiarista de Rádio e TV) e Ubiratan Lustosa.

fonte: Gafes e caso cômicos -Site do Ubiratan Lustosa

Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Reverbenation
Contato: pbradialista@yahoo.com.br

Pingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google ReaderSubscreva-se em NewsGator OnlineAdd to netvibesSubscreva-se em BloglinesAdd to Pageflakes Add to Technorati Favorites

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Gafes e causos cômicos - Pedro Mikilita

Mais esta do estoque do Donato: Pedro Mikilita, futuro vereador, era titular de um programa de grande audiência na Rádio Cidade. Certa vez, muito empolgado com a prestação dos serviços de utilidade pública que imprimia ao seu programa, ele largou essa:

- "Atenção. O Açougue Londrina, em frente ao Hospital Nossa Senhora da Salete, está precisando de sangue para um garoto que passa mal."

Apesar da seriedade do assunto e da elogiável intenção do Pedrão, a irreverente turma não conseguiu segurar o riso. Necessidade de sangue, logo num açougue?

fonte: Gafes e causos cômicos - Site do Ubiratan Lustosa

Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Reverbenation
Contato: pbradialista@yahoo.com.br

Pingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google ReaderSubscreva-se em NewsGator OnlineAdd to netvibesSubscreva-se em BloglinesAdd to Pageflakes Add to Technorati Favorites

Grandes radialistas e suas gafes - Edson Morais

Mais uma que o Donato Ramos me enviou: Édson Morais, da Rádio Colméia de Cascavel, na inauguração do estádio do Cascavel, em 10.11.82, emocionado, disse o seguinte:

- "Este é o melhor estádio do Paraná. Veja você, meu caro Nelson Rodrigues, da TV Cultura de Maringá, o pessoal da Rádio agora não precisa ir muito longe para fazer as suas necessidades".

E o Nelson, irônico, respondeu:

- "É... pode fazer da janela mesmo, né?"

*****

fonte: Gafes e causos cômicos - Site do Ubiratan Lustosa

Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Reverbenation
Contato: pbradialista@yahoo.com.br

Pingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google ReaderSubscreva-se em NewsGator OnlineAdd to netvibesSubscreva-se em BloglinesAdd to Pageflakes Add to Technorati Favorites

Grandes radialistas e suas gafes - Ado Junior

Outra, que o Donato Ramos me enviou, aconteceu com Ado Júnior, na TV Carimã, de Cascavel. Ao entrevistar um perigoso traficante que havia sido preso, Ado Júnior falou assim:

- "E aqui está o traficante de drogas que acaba de ser preso. Qual é o seu nome COMPANHEIRO?"

A turma ficou pensando e tirando sarro: Que intimidade é essa? É do ramo?

*****

fonte: Gafes e causos cômico - Site do Ubiratan Lustosa

Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Reverbenation
Contato: pbradialista@yahoo.com.br

Pingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google ReaderSubscreva-se em NewsGator OnlineAdd to netvibesSubscreva-se em BloglinesAdd to Pageflakes Add to Technorati Favorites

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html