domingo, 1 de março de 2009

Cuidado com suas bromélias

Sempre que vejo publicidade, especialmente governamental, sobre o mosquito da dengue, noto que o foco ou o objetivo são as comunidades menos favorecidas, principalmente as periféricas. Ninguém diz nada com relação aos rios que cortam as cidades.

Aqui em Curitiba ninguém diz como estão os rios Atuba, Ivo, Belém e tantos outros em relação a criação de mosquitos. Será que está tudo na mais perfeita ordem? Por que só os pneus velhos e os vasos de flores devem ser vistoriados? Cuidado com suas bromélias, elas podem estar contaminando tudo com sua água parada. E os grandes condomínios, como é que fica? Tudo bem com eles, sim, porque pensam são "territórios indevassáveis". Mas os conjuntos habitacionais, as vilas, e mesmo as favelas, que são perfeitamente "devassáveis".

A vegetação ciliar dos nossos rios estão devidamente limpos, não oferecendo riscos de criação de mosquitos? E as matas que temos dentro das cidades estão limpinhas, não abrigam águas paradas?Rio Atuba, um dos mais poluídos de Curitiba. Ali, 11,17% da população não conta com tratamento de esgoto. (fonte: www.parana-online.com.br)

Oi Dona Maria..., cuidado com seus vizinhos de flores! Alô seu João..., verifique aquele pneu lá no fundo do quintal! Cuidado..., quer me parecer que quando forem procurar culpados pela epidemia (queira Deus não aconteça), fatalmente serão encontrados nas camadas sociais menos favorecidas. É sempre assim!

Visite e indique o BLOG do Paulo Branco

Escreva para o PB : pbradialista@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html