domingo, 10 de maio de 2009

Mamãe, te adoro

Onde estás minha mãe que não aparece nem em meus sonhos, mas a tua imagem está gravada para todo o sempre em meu coração. 
Mesmo tendo um filho que não disse o quanto te amava, te amo minha mãezinha. 
Hoje perto dos 80 anos de vida, penso que deveria ter sido mais amoroso. 
Deveria ter escrito mais cartas.
Mas, não tinha tempo..., estava preocupado demais com minha própria vida, cometendo meus erros e acertos. 
Hoje carregaria você no colo se preciso fôsse, mas não o fiz naquela época, porquê? 
Certo, estava rolando o mundo, não tinha tempo para me preocupar com você. 
Por isso, digo aos jovens filhos de hoje, curtam mais suas mães para não viverem magoados com o que poderiam ter feito, e não fizeram. 
Mãe, onde quer que estejas, me perdoa. 
Perdoa teu filho ingrato que não te deu o devido valor. 
Não fui de todo alheio a minha mãe, mas deveria ter sido mais atento. 
Falar mais com o coração. 
Mãezinha, eu te adoro. Era o que deveria ter dito dezenas de vezes, centenas de vezes, mas não o fiz. 
Será que agora não é tarde demais para fazê-lo? 
Não tenho condições emocionais para dizer tudo o que penso, mas mesmo assim: -"MAMÃE, TE ADORO". 
Do teu filho que te amava, ama, e que não soube dizer isto enquanto estavas aqui. 

Paulo Branco

Clique e escreva para: pbradialista@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html