quarta-feira, 19 de agosto de 2009

A Corte e Nós

Estou me sentindo minúsculo.

Um zé-ninguém. Nada mais que um zero à esquerda.

Sabem o que me ocasionou esse terrível complexo de inferioridade? Pois eu ouvi a notícia (ah, essas notícias) que um parlamentar (ah, esses parlamentares) está solicitando uma cota específica de Tamiflu só para os ilustres membros da Câmara Federal, seus familiares e funcionários da nossa brilhante casa legislativa. Uma cota só para eles, exclusivamente deles e que se danem os outros.

Tamiflu é o remédio que, quando aplicado a tempo, pode nos salvar da Gripe Suína, remédio que não vendem pra gente e só é obtido com receita médica e autorização das entidades governamentais que administram a pandemia que nos aflige.


Pra nós um verdadeiro ritual de moribundos a implorar por remédio, mas o deputado quer cota especial só pare ele, seus pares, familiares e demais brasileiros melhores do que nós.


Eu concluo que existem dois tipos de brasileiro, os membros da corte e nós meros mortais. Os de primeira e os de segunda classe, e somos nós os de segunda. Só somos gente na hora de pagar impostos e taxas (e haja impostos e taxas) e na hora de votar. Oh! Como nos tratam bem quando querem nosso voto. Certamente o cara que está propondo essa inaceitável e revoltante diferenciação não lembrou das próximas eleições. Quando chegar a hora, com a maior cara de pau ele irá pedir votos e essa será a oportunidade de seus eleitores darem o troco com um sonoro não.

Isso tudo me deixou muito triste porque essa insólita e cretina ideia, mesmo não se efetivando, faz com que a gente perceba o distanciamento de alguns parlamentares com o povo. Como alguns deles esqueceram completamente da dignidade, do pudor, da ética. Como se afastaram do respeito e dos seus deveres com a coletividade. Que droga virou a nossa política.

Eu creio na necessidade de haver um poder legislativo independente e atuante. A sua existência é imperiosa para a plenitude democrática. Estou certo de que há parlamentares sérios e a eles apelo com veemência: para o seu bem, para o bem do nosso país, botem ordem na casa e não permitam que besteiras como essa destruam as nossas combalidas esperanças.

Nós já conseguimos a alforria. Ou não?

por Ubiratan Lustosa


Clique e escreva para: pbradialista@yahoo.com.br

Clique abaixo e subescreva o BLOG do Paulo Branco - Radialista
Bookmark and SharePingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google Reader Add to Technorati Favorites

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html