segunda-feira, 1 de março de 2010

Os riscos da terceirização da notícia



As redações que perderam parte de seus profissionais estão prescindindo cada vez mais de profissionais terceirizados – e menos familiarizados com os serviços de notícia como a Reuters ou a Associated Press. Os editores, por sua vez, devem ser mais cuidadosos na seleção destes fornecedores e explicar ao público quem são, afirma Richard Pérez-Peña para o New York Times.
Pérez-Peña cita o caso recente do Washington Post, que publicou uma reportagem feita pela organização Fiscal Times sobre o gasto federal nos Estados Unidos, sem revelar que um dos financiadores do grupo estava envolvido no assunto e era uma das fontes citadas na matéria. Especialistas em negócios jornalísticos reconhecem o risco que corre a imprensa ao receber conteúdos de organizações ou pessoas com interesses particulares.
“Posso garantir que haverá redações que vão receber lixo que será publicado”, disse Kelly McBride ao New York Times. Ela é líder do conselho de ética do Poynter Institute.
Leia aqui a matéria completa de Pérez-Peña.

Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Reverbenation
Contato: pbradialista@yahoo.com.br

Pingar o BlogBlogs Adicione PB ao Google ReaderSubscreva-se em NewsGator OnlineAdd to netvibesSubscreva-se em BloglinesAdd to Pageflakes Add to Technorati Favorites

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html