quinta-feira, 22 de abril de 2010

Os momentos da campanha

 Por Gunter Zibell - 22/04/2010 - 17:35 - Luis Nassif ONLINE

“O próprio comitê da candidata dizia que a meta era chegar perto de Serra quando começasse a campanha eleitoral gratuita. Em nenhum momento se esperava que Dilma passasse Serra antes da campanha gratuita. ”

Momento 0 ) Posição atual : pelas médias de pesquisas, a candidatura Serra está em 35%, talvez já se tenha esgotado o efeito do lançamento, e a candidatura Dilma está em 30%. Por médias Dilma aumentou 3% e Serra 1% de fev. para abril. As dinâmicas são diferentes, mas ambas candidaturas são competitivas, se lembrarmos que o objetivo é alcançar 45% dos votos totais, ou 51% dos votos válidos. Para um falta 10, para o outro 15.
 
Momento 1 ) Eu acho que vai passar, na média de 4 institutos, em meados de junho. Mudar a posição de 1 em cada 40 eleitores e fechar a diferença de 5% não parece um esforço hercúleo. A transferência está em curso e a própria mídia é que está avisando ao público que Dilma é a candidata do Lula. Não se pode falar de vantagem entre candidaturas sem esperar fechar o ciclo de quatro instituos. Vox Populi e Sensus normalmente apresentam resultados diferentes de Datafolha e Vox Populi. Esse assunto é um “bolero”:

Momento 2 ) Já a partir de 06/jul. poderá haver propaganda paga. Então também poderá haver a venda de adesivos e militância. O PT é o único partido, dentre os que tem mais de 0,5 milhão de filiados, que apresenta crescimento em filiações. Militância pode não ser decisiva, mas é um indicador antecedente.

Em 1994 foi nesse ponto (auge do Real) que FHC ultrapassou Lula. Em 2010 estarão sendo divulgados dados econômicos e de obras, talvez não seja equivalente, mas a distância entre candidaturas também não é.

Momento 3 ) A propaganda gratuita na TV só começa em 17/ago. Em outros anos não se contava com o tempo do PMDB.

Momento 4 ) Debates. O primeiro agendado pela Band deverá ser em 05/ago. Alongam-se até o último dia permitido, quando o debate poderá ser na Globo (imagino que o TSE ainda precise autorizar as datas solicitadas pelas emissoras)

Momento 5 ) Licença do presidente para fazer campanha. O fator Sarney não está mais presente, posto que J Alencar não será candidato.

As eleições não são “hoje”. Portanto, é melhor enxergar as coisas como se tratasse de um “rally”, onde há várias etapas a cumprir…

Autor: luizhenriquemendes - Categoria(s):


Aproveite e visite, escreva ou indique também o BLOG do Paulo Branco - Radialista
Veja e baixe os vídeos do Canal Paulo Branco no Vodpod
Ouça todos os áudio em Paulo Branco no Tunepak
Ou escreva para o PB : pbradialista@yahoo.com.br
Bookmark and Share
Subscreva Blog do PB

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html