sábado, 14 de agosto de 2010

Coisa de profissional (1)

Existiam os diretores que eram criativos. Também haviam aqueles que seguiam a máxima de que "nada se cria, tudo se copia". Na verdade, quem mais criou no rádio, sempre foram os que nele trabalhavam, mesmo, ou no microfone ou na mesa de som. Tambem os redatores. No mais, se uma rádio lançava algum produto novo, a outra imediatamente procurava uma nova idéia para contrapor. Enfim, competia-se por audiência e melhores resultados o que, assegurava ao profissional uma melhor remuneração. Os furos de reportagens, eram uma busca constante. A valorização e também o ego pessoal dos profissionais, levavam a busca da melhor notícia e a primeira informação ao público. Não raro, as gozações dos colegas. E todos entendiam, não havia guerra pessoal. Quando alguem conseguia uma matéria exclusiva ou um furo, era comprimentado pelos concorrentes, com elogios. Claro que buscava-se a forra. Tinha que devolver a façanha. Era uma concorrencia muito sadia. E todos comemoravam, no barzinho da esquina, tomando algumas quentes e outras geladas. Éramos todos muito colegas de trabalho. 


Comentário de Basílio Junior

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html