quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Rádios do Paraná - História da CBN

História da CBN


CBN Curitiba
Webmaster - 06/09/2006

A CBN-Curitiba entrou no ar em cinco de maio de 1995 por iniciativa dos empresários Atilano de Oms Sobrinho e Mário Celso Petráglia, da empresa paranaense Inepar. Uma grande dificuldade inicial foi o isolamento da CBN-Curitiba porque, ao contrário de outros Estados, a empresa proprietária não tinha jornal ou tv no mercado local que dessem suporte de conteúdo ou de divulgação para a CBN-CURITIBA. A emissora teve que se consolidar sozinha.

Na época a Inepar tinha apenas uma emissora FM e uma AM em Curitiba. E trazer a programação nacional da CBN foi uma sugestão do jornalista Euclides Oliveira, o primeiro diretor geral da emissora, com José Wille na direção de jornalismo. O primeiro programa foi apresentado pelos jornalistas José Wille e Luiz Geraldo Mazza, que até hoje permanecem na emissora.

A CBN entrou no ar com várias inovações. Transmitia só notícias, opção inexistente em uma emissora AM ou FM em Curitiba. As emissoras faladas eram todas AM naquela época. E se dedicavam apenas aos programas populares e policiais, com coberturas políticas dirigidas, de acordo com os grupos políticos dos proprietários. E as FMs eram todas musicais.

A CBN mudou radicalmente o quadro, tornando-se a primeira FM essencialmente jornalística do Paraná. E trouxe a fórmula ágil que permanece até hoje, adaptada ao público curitibano: Jornalismo imparcial, analítico e sempre a frente.
Inicialmente a CBN transmitia em 550 AM e em 90.1 FM. E foi a primeira emissora do Paraná com áudio na internet a partir de 1996.

O primeiro portal de rádio, com jornalismo atualizado e podcast, foi criado em 2003, armazenando e disponibilizando todos os debates, entrevistas e comentários de forma permanente. Simultaneamente a CBN lançou em 1995 a opção de um canal de áudio na NET Curitiba, na TV a cabo, sendo também a primeira a criar esta opção no Paraná.
A adaptação da emissora para receber uma nova opção de rádio começou quase dois anos antes, em 1993, com a indicação de Eli Thomas de Aquino para a direção. Houve um grande investimento do grupo Inepar na compra de novos transmissores e uma nova antena, que na época fizeram da CBN a FM mais potente do Paraná, com 110 mil watts. Foi a primeira emissora do Paraná exclusivamente jornalística e isenta, com 24 horas de notícias e sete horas de programação local.

Em 1999 a então Rádio 550 AM que também retransmitia a CBN foi vendida e a CBN ficou só em FM. Foi uma fase de grandes dificuldades até 2004, quando o empresário Joel Malucelli comprou a Rádio CBN e deu novo impulso à emissora. E trouxe para o mesmo prédio da emissora a Rádio Globo 670 am, a antiga rádio Cidade, que foi lançada com a programação do Sistema Globo de Rádio em Curitiba em setembro de 2003.

A CBN-CURITIBA pagou o preço do pioneirismo e enfrentou dificuldades iniciais no mercado, até provar a força do radiojornalismo. Mas a partir de 2004, com o grupo J. Malucelli, entrou em uma fase de recuperação e modernização acelerada. E hoje é a mais importante rádio do Paraná, com a audiência em constante crescimento.

RÁDIO GLOBO 670 AM
A Rádio Globo AM 670 já lidera a audiência em AM no horário da manhã, com o programa do Padre Marcelo Rossi. E mantém o crescimento constante de audiência na faixa popular.

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html