quinta-feira, 30 de junho de 2011

Acessibilidade da mídia brasileira

"Estações de rádio podem ser acessíveis aos surdos. Da mesma forma, emissoras de TV, jornais e revistas podem ser acessíveis aos cegos. Basta que as concessionárias de radiodifusão e os comunicadores, de forma geral, respeitem não só a legislação, mas principalmente disponibilizem as tecnologias de acessibilidade voltadas às pessoas com deficiência."


No Brasil 24,6 milhões de pessoas têm alguma deficiência. Esse público, formado por cidadãos com dificuldades de visão, audição, mobilidade ou intelecto, acessam os meios de comunicação e informação – principalmente àqueles que disponibilizam adequados sistemas de acessibilidade. Se os veículos de comunicação adequarem e disponibilizarem corretamente as ferramentas de acessibilidade ganharão uma nova audiência: 6 milhões de novos telespectadores com deficiência auditiva e mais 17 milhões de telespectadores com deficiência visual.

Ferramentas de acessibilidade a serem oferecidas pelos veículos de comunicação.

Legenda, audiodescrição, Língua de Sinais e braile são algumas das ferramentas que levam informação para o consumidor, para o eleitor, para o esportista, para o empresário, para o funcionário enfim, para o telespectador/ouvinte/leitor com deficiência. Conheça, abaixo, mais informações sobre essas ferramentas.

Closed caption

É um recurso de legenda oculta que reproduz na tela da TV as falas dos apresentadores e de personagens de novelas, filmes, desenhos animados, entre outros. O recurso fornece informação escrita sobre o ambiente da cena ao descrever indicações de sons como portas se abrindo, aplausos, trovões e até trilhas sonoras. Basta que o usuário pressione uma tecla específica do controle remoto para ter acesso a esse tipo de informação. Este recurso promove o acesso à informação não só dos surdos, mas também de idosos com perda de audição e de ouvintes nas mais diferentes situações. A tecnologia é utilizada também em alguns lugares públicos - como bares, restaurantes, consultórios médicos, academias - que costumam ter ruídos de carros, telefone, pessoas conversando. Ao acionar uma tecla no controle remoto é possível ler o que está sendo falado na programação.

Língua Brasileira de Sinais

A Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é disponibilizada por algumas emissoras de TV. Seu formato corresponde a um espaço delimitado no vídeo onde as informações são interpretadas na Língua Brasileira de Sinais. Entretanto, nem todos os programas televisivos contam com esse recurso e, quando o disponibilizam, não o fazem em um formato adequado. Para compreender a LIBRAS é necessária a visualização dos gestos das mãos e da expressão facial, mas, normalmente, a veiculação da imagem é feita em pequenas janelas no canto da tela, fugindo do modelo ideal.

Audiodescrição

A audiodecrição é uma narração objetiva das imagens visuais que aparecem nas cenas de uma novela, documentário, matéria, filme, e que não estão contidas nos diálogos. São descritas expressões faciais e corporais que comuniquem algo, informações sobre o ambiente, figurinos, efeitos especiais, mudanças de tempo e espaço, além da leitura de créditos, títulos e qualquer informação escrita na tela.

As descrições acontecem nos espaços entre os diálogos e nas pausas entre as informações sonoras do filme ou espetáculo, nunca se sobrepondo ao conteúdo sonoro relevante, de forma que a informação audiodescrita se harmoniza com os sons do audiovisual. É voltado para as pessoas com deficiência visual.

Sistema Braile

O Sistema Braille é um sistema de leitura e escrita tátil que consta de seis pontos em relevo, dispostos em duas colunas de três pontos.

Utilizado universalmente na leitura e na escrita por pessoas cegas, foi inventado na França por Louis Braille, um jovem cego, reconhecendo-se o ano de 1825 como o marco dessa importante conquista para a educação e integração dos deficientes visua
is na sociedade.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Palhaços, por Eduardo Schneider

(publicado originalomente no blog em 26/mar/2008 -Palhaços, por Eduardo Schneider )

O grande radialista Paulo Branco ficou sabendo que o Cirque de Soleil tem um palhaço brasileiro em seu elenco e se pôs a matutar.

O brasileiro é tantas vezes tratado como palhaço que já começa a se profissionalizar.

Já estamos até exportando mão-de-obra especializada.

Não demora, seremos tão conhecidos pela exportação de palhaços quanto somos pela exportação de jogadores de futebol, aposta Paulo Branco.

Fonte: Jornal HoraH News - Colunista: Eduardo Scheneider

terça-feira, 28 de junho de 2011

É fato ou boato

(publicado originalmente em 23/abr/2008 - Deixa a vida me levar, lá vou eu... )

Deixa a vida me levar, lá vou eu... é verdade, temos que deixar a vida seguir seu curso.

Assim sendo, enquanto seguia na RI com o "Paraná Bom Dia", fui criando quadros que eram sempre novidades, entre eles: "É fato ou boato".Aqui cabe o registro de que a ideia do quadro foi do Wassyl Stuparik,(Basilio Junior).

Entrevistava alguém sempre com o jargão "É fato ou é boato que você fez isto ou aquilo...", e a partir daí o entrevistado(a) respondia "SIM é FATO" ou "NÃO isto é BOATO".

O fato é que patati...patatá... a entrevista fluía.
A sacada do Fato/Boato foi do Basilio Junior.

Através do programa conseguia ainda, organizar excursões até a praia com preços subsidiados, e "otras cositas más".

Tinha um acerto com os divulgadores de gravadoras que quando vaiajavam para SP ou RJ buscar lançamentos, ao desembarcar do ônibus 5 da manhã, iam direto para o programa divulgar o que haviam trazido.

Muitas das vezes traziam a tiracolo algum famoso. Entrevistei várias celebridades que estiveram em Curitiba.

Gostava de dar oportunidade aos que ainda não eram conhecidos e famosos, e ficava grato sabendo que algum tempo depois venceram com sua ideias.

Lembro bem do Dalgas Frisch, o homem que primeiro gravou o canto dos pássaros no Brasil. Grandes dias aqueles.

Bem... acho que a conversa está ficando longa e, pra não correr o risco de torná-la enfadonha, vou guardando para próximas.

Inté
.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

De qual lado você está?

Madri, 10 mai (EFE).- Comemos carne diariamente mas preferimos não pensar muito em como o pedaço chegou no prato, talvez porque somos conscientes que ao saber os detalhes, perderíamos a fome, sugere o escritor Jonathan Safran Foer, na obra "Comer Animais" que reacendeu o eterno debate sobre o hábito de comer carne.

Safran Foer, considerado um dos jovens prodígios literários nos Estados Unidos, sabe que há muita gente que resistirá a leitura de seu novo projeto por medo que exista fortes argumentos que vão impedi-los de desfrutar um bom churrasco.

"Esses são precisamente os leitores que me interessam, porque obviamente estão preocupados com o tema e têm valores.

Se não tivessem, leriam o livro e não seriam afetados.

"Se concordam comigo ou não, é o de menos, o importante é que estejam de acordo que é um assunto importante", assinala Safran em entrevista à Agência Efe.

O livro surge depois do sucesso de Safran Foer por trás dos romances "Está Tudo Iluminado" e "Extremamente Alto e Incrivelmente Perto".

Apesar de não poupar detalhes sobre sua pesquisa secreta de dois anos e a rotina de matadouros e exploração intensiva de gado, o escritor considera "realmente horrível" a constatação que "que a violência contra os animais não é acidental, mas consciente, como é também a destruição do meio ambiente".

De acordo com sua pesquisa, a comercialização por trás da carne é a responsável por boa parte do efeito estufa, de desproporcionais emissões poluentes no ar e na água e, sobretudo, a possíveis doenças pelo uso de hormônios.

sábado, 25 de junho de 2011

Cédulas manchadas por furto já estão circulando em Maringá

Uma dona de casa sacou dinheiro em um caixa eletrônico de uma agência de Maringá e recebeu uma nota de R$ 50 manchada por tinta rosa. Ela registrou B.O. e trocou a nota


Cédulas manchadas por furto já estão circulando em Maringá, segundo a Polícia Civil. Uma dona de casa, cliente do Banco Santander, procurou a polícia no último dia 7 para registrar um Boletim de Ocorrência depois de sacar dinheiro no caixa eletrônico da agência e receber uma nota de R$ 50 manchada por tinta rosa.
“A mulher procurou a polícia e registrou o boletim de ocorrência. Ela relatou que sacou o dinheiro no Banco Santander, mas não especificou a agência. É o primeiro caso e as pessoas devem ficar em alerta”, disse o delegado Nilson Rodrigues.

A senhora que sacou o dinheiro manchado, que pediu para não ser identificada, disse que foi até uma agência do Banco Santander, na Avenida Brasil, em Maringá, com o boletim de ocorrência e teve a cédula trocada.
A orientação do Banco Central é de que as pessoas recusem o dinheiro manchado. Em caso de saque em caixas eletrônicos, o BC diz que as pessoas devem trocar as notas nas agências bancárias. Caso não haja expediente bancário, a recomendação é registrar um boletim de ocorrência na delegacia e voltar na agência posteriormente para trocar o dinheiro.

publicado originalmente www.folhademaringa.com.br 10/06/2011 por Fábio Guillen

sexta-feira, 24 de junho de 2011

LEITE DE VACA. HÁ CONTROVÉRSIAS

"O hábito de ingerir leite de vaca gera controvérsias."


Há especialistas que condenam a bebida com a alegação de que traz malefícios, enquanto outros defendem o consumo diário para suprir uma série de nutrientes que o organismo precisa, com destaque para o cálcio.

Mocinho ou vilão, o fato é que o leite de vaca carrega diversos mitos sobre o seu consumo.

Neste Dia Internacional do Leite, lembrado no dia 24 de junho, esclareça a seguir as dúvidas mais comuns, respondidas pelas nutricionistas Adriana Mesquita e Maria Claudia dos Santos, do Hospital São Luiz em São Paulo, e Patrícia Ornellas, do Saison Spa no Rio de Janeiro.

O leite orgânico é mais seguro que o leite normal


Mito, os dois são seguros para o consumo. "A diferença do orgânico é que as vacas produtoras não recebem hormônios ou antibióticos para aumentar a produção de leite", esclarece a nutricionista Patrícia. Essas vacas também não se alimentam de pastos com fertilizantes, o que torna o leite orgânico mais puro e a opção que mais preserva o meio ambiente.

No entanto, o governo brasileiro estabelece regras rígidas de segurança para garantir que todo leite comercializado esteja livre de resíduos que possam ser prejudiciais ao organismo.

Por isso, tanto a versão convencional quanto a orgânica são consideradas seguras.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

ASILO SÃO VICENTE DE PAULO = 85 anos

Considerada a instituição para idosos mais antiga do Paraná, o Asilo São Vicente de Paulo completa 85 anos em 30 de outubro.
Situado em uma área verde e livre do barulho das ruas, no bairro Juvevê, em Curitiba, a palavra que carrega no nome – asilo, que geralmente remete a um ambiente triste, de “depósito” de velhos – chega a destoar diante da alegria presente no local colorido, acessível e que preza pela qualidade de vida de suas moradoras.

No decorrer de quase nove décadas, desde que o ex-governador Caetano Munhoz da Rocha cortou a faixa de inauguração, em 1926 – evento que foi manchete da Gazeta do Povo no dia 1.º de novembro daquele ano–, o asilo tem acompanhado as transformações de uma sociedade em que, antes, se morria em média com 50 anos e, hoje, pode-se viver até os 100. 

Anti­­gamente era um local fechado onde se praticava o assistencialismo; hoje, é exemplo de iniciativa bem sucedida de asilamento da população idosa.
* * * * *
Visitas
Abertura trouxe denúncias e melhorias
De 1926 a 2004, o acesso ao Asilo São Vicente de Paulo era restrito e as visitas, que hoje ocorrem livremente pelo espaço, eram mais raras.
Após a saída das Irmãs Passionistas do controle da instituição, em 2004, que passaram a se dedicar apenas à educação, assumiu a Fundação Itaqui.
Dois anos depois, o comando foi assumido pelo padre José Aparecido.
Em 2004 também foi aprovado o Estatuto do Idoso, que propunha uma nova forma de ver os asilos, que passam a ser chamados de Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI).
Com o intuito de afastar o mal- estar gerado pelo termo, o nome chegou a mudar para Centro de Integração do Idoso São Vicente de Paulo, mas, pouco depois, voltou-se atrás. “Entendemos que não adiantava mudar o nome, que era conhecido, e continuar igual. O importante era mudar a mentalidade, mas manter o nome, que é um patrimônio”, diz o diretor do asilo, Edison Tadeo de Oliveira, um ex-funcionário da Copel que usou a formação em recursos humanos para dar um choque de gestão na instituição, a convite do padre José Aparecido.




Com visitas mais livres, surgiram problemas.
Após 2004, uma série de denúncias começou a surgir, levando o Ministério Público a apertar o cerco sobre o asilo, assim como os bombeiros e a Vigilância Sanitária.
Para Tadeo, as denúncias foram fruto da transparência adotada a partir daquele período.
“As pessoas vinham para cá e escutavam o idoso reclamar que não havia comido, mas era um idoso com Alzheimer, que se esquecia que já tinha sido alimentado, por exemplo.
Outras denúncias, que visavam à melhoria, foram muito importantes para nos ajudar a avançar.”
Hoje, o asilo mantém contato constante com o MP, criou uma modalidade alternativa ao asilamento – o chamado centro-dia – e tem aberto o espaço para voluntários, por meio de parcerias com universidades e com o Centro de Ação Voluntária, que oferece os cursos obrigatórios para quem quer ceder um pouco do tempo às moradoras. Mantém uma equipe de 130 funcionários, quase um para cada uma das 150 moradoras, além de uma padaria própria e até um setor de compras responsável pelas licitações. “É como administrar uma cidade formada por pessoas muito especiais”, diz o padre José Aparecido.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Divulgando o que é nosso


A história do Museu do Automóvel iniciou em 1968, quando um grupo de entusiastas por automóveis antigos, fundou o Clube de Automóveis e Antiguidades Mecânicas do Paraná – CAAMP, com o intuito de congregar os apreciadores destas máquinas antigas, incentivando a sua preservação.
Após oito anos de atividade, foi fundado em 1976 o Museu do Automóvel ( atualmente um dos mais expressivos do gênero no país ), para expor ao público o acervo de mais 150 veículos pertencentes aos sócios do CAAMP, constantemente alternados nas 80 vagas do Museu e divididos nas categoria antique, vintage, milestones e classic.
Merecem destaque entre outros: o FORD T Sport Runabout 1926, ERSKINE, FIAT 520 e STUDEBACKER 1928, HUPMOBILE Sport Roadster 1930, FORD Roadster e CHEVROLET Sedan Máster 1933, JEEP Anfíbio e PEUGEOT 202B 1942, CHEVROLET Style Line Station 1950, CADILLAC Presidencial 1952 e Eldorado 1953 único modelo existente no Brasil.
Destacam-se ainda, uma caleça francesa Rotschil de 1910, clássicos como o LINCOLN Continental 1947, o McLaren M23 (doado pela Philip Morris) com o qual Emerson Fittipaldi sagrou-se campeão mundial de Fórmula 1 em 1974, bicicletas, motocicletas e diversas curiosidades mecânicas.
Faça uma viagem ao passado visitando o Museu do Automóvel e conheça estas máquinas que marcaram o século XX.
Acervo:
Mais de 80 veículos antigos, motos, bicicletas, caleças, antiguidades e curiosidades mecânicas.




Ford T Sport Runabolt 1926
CHRYSLER Sport Roadster 1928

FIAT 520 - 1928
FORD Roadster 1932
CADILLAC Presidencial 1952
MERCURY Monterey 1953
CHEVROLET Impala coupe 1961
DKW Fissore 1966
HARLEY DAVIDSON Triciclo 1963
Horário de funcionamento:
( de Terça a Sexta das 14:00 às 17:00hs.)
( Sábados e Domingos das 10:00 às 12:00hs. e das 14:00 às 17:30hs.)
Endereço:
Av. Cândido Hartmann, 2300 - Parque Barigui fone: (0**41) 3335-1440 - CEP 80 710-570 - Curitiba/Pr.




filiado

terça-feira, 21 de junho de 2011

C O C A Í N A

Cientistas da Grã-Bretanha encontraram grandes anomalias no cérebro de pessoas viciadas em cocaína.
Exames cerebrais mostraram grande diminuição da massa nos lóbulos frontais, região responsável pela capacidade de decidir, pela memória e a atenção.
De acordo com os especialsitas, essa diferenciação poderia explicar o comportamento compulsivo normalmente associado ao consumo da droga.

De acordo com Karen Ersche, da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, e coordenadora do estudo publicado na revista Brain, quanto mais tempo um indivíduo consumir cocaína, maior será seu déficit de atenção.
A procura pela droga também tende a ser mais incontrolável com o passar do tempo. "A maioria dos consumidores de cocaína são pessoas inteligentes, que, apesar disso, chegam a todo tipo de extremos para comprar a droga, mesmo colocando em risco trabalho, profissão e família", diz Karen.

Na pesquisa, a equipe de cientistas examinou os cérebros de 60 indivíduos dependentes de cocaína e os comparou com os de 60 pessoas que não tinham nenhum histórico de consumo de drogas e identificou as grandes anomalias.
Além da redução da massa na crosta orbitofrontal, as outras áreas afetadas são a ínsula, que desempenha um importante papel na aprendizagem e na sensação de ansiedade, e o cíngulo, responsável pelos processos emocionais e pela atenção.
(Com agência Efe)

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Planos de saúde

Planos de saúde terão de cumprir prazo no atendimento a pacientes

Os beneficiários dos planos não poderão esperar mais que sete dias por uma consulta com especialistas das áreas de pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia.

Os beneficiários dos planos de saúde não poderão esperar mais que sete dias por uma consulta com especialistas das áreas de pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia.

A exigência da Agência Nacional de Saúde (ANS) às operadoras de planos de saúde foi publicada hoje (20) no Diário Oficial da União, por meio da Resolução Normativa 259.

As operadoras terão 90 dias para se organizar e se adequar às novas regras.

Para as outras especialidades o prazo de espera será de até 14 dias.

Para consultas e sessões com fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos, terapeutas educacionais e fisioterapeutas o prazo de espera terá que ser garantido pelas operadoras em até 10 dias.

sábado, 18 de junho de 2011

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Brincadeirinha

As palavras não correspondem ao japonês, mas vai + uma para descontrair

Japonês na UTI . . .
 
Um amigo de um japa foi visitá-lo na UTI.
Encontrou o japa todo entubado.
Era tubo daqui, tubo dacolá, fios pra todo lado.


Ficou ali, parado, de pé na beira da cama,
vendo o japa, de olhinhos fechados, sereno,
repousando com todos aqueles tubos!
Em dado momento, repentinamente
o japa acordou, arregalou os olhos e gritou:

- 'SAKARO AOTA NAKAMY
ANYOBA, SUSHI MASHUTA!!!'

Dito isso, suspirou e morreu.

As últimas palavras do japa ficaram
gravadas na cabeça do sujeito!!
Na missa de sétimo dia, o sujeito
foi dar os pêsames à mãe do japa:

- Olhe, dona Fumiko, o Sujiro,
antes de morrer, me
disse estas palavras:

'SAKARO AOTA NAKAMY
ANYOBA, SUSHI MASHUTA!!!'.
 

O que isso quer dizer?
 
Dona Fumiko olhou espantada
para o sujeito e traduziu:
 
 
 
- Tire o pé da mangueirinha
de oxigênio,SEU FDP.

Doação de sangue

Uma das mudanças nas normas para a doação de sangue divulgadas nessa terça-feira (14) pelo Ministério da Saúde, ao anunciar a Portaria 1.353 que estabelece o novo Regulamento Técnico de Procedimentos Hemoterápicos, gera uma dúvida de interpretação.
O parágrafo 5º do Artigo 1º afirma que “a orientação sexual (heterossexualidade, bissexualidade, homossexualidade) não deve ser usada como critério para seleção de doadores de sangue, por não constituir risco em si própria.”



Contudo, a afirmação, aparentemente, entra em conflito com um item presente na Seção II – Da Doação de Sangue.
O item IV (d), do parágrafo 11 do artigo 34, estabelece que um homem que tenha tido relações sexuais com outro homem, nos último 12 meses, seja considerado “inapto temporário por 12 meses”, ou seja, não pode doar sangue por um ano.

O coordenador geral de sangue e hemoderivados do Ministério da Saúde, Guilherme Genovez, explica ao iG que essa confusão “está na cabeça das pessoas”.
“Existem gays virgens ou sem uma vida sexual ativa e eles poderão doar sangue normalmente”.

A ressalva que se faz ao homem que tenha tido relações sexuais com outro homem nos últimos meses se deve ao fato de que esse é um grupo de risco, com 18% mais chances de adquirir o vírus HIV, por isso não é permitida a doação de sangue. “O Ministério segue uma norma internacional ao estabelecer essas restrições”, ressalta Genovez.
Outra mudança presente na Portaria foi a ampliação da faixa etária permitida para a doação de sangue.
A partir de agora, jovens entre 16 e 17 anos, com autorização dos responsáveis, e idosos com menos de 68 anos podem doar sangue. Até então, só podiam ser doadores pessoas com idade entre 18 e 65 anos de idade.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Mais vale prevenir do que remediar

Estudo sugere que azeite pode reduzir riscos de AVC


Pessoas idosas que ingerem azeite correm menos risco de sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) do que aqueles que não o fazem, sugere um estudo que envolveu mais de 7000 franceses, publicado esta quarta-feira nos EUA, adianta a AFP.
 
Investigadores do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, em Bordeaux, França, acompanharam 7625 pessoas de 65 anos de idade ou mais em três cidades – Bordeaux, Dijon e Montpellier – durante um período de cinco anos.
 
Durante esse tempo, foram registados 148 AVC.
Os indivíduos foram divididos em grupos de acordo com o seu consumo de azeite, indo daqueles que não consumiam nada àqueles que usavam o produto em grandes quantidades, em receitas e no pão.
 
Quando os investigadores levaram em consideração fatores como a massa corporal, atividades físicas e a dieta, constataram que os consumidores "intensivos" de azeite de oliva tinham 41% menos risco de AVC quando comparados aos que nunca consumiam azeite.
 
"A nossa pesquisa sugere que uma nova série de recomendações de dieta precisa ser elaborada para prevenir AVC em pessoas de 65 anos ou mais", disse a autora do estudo Cecilia Samieri.
 
"Os AVC são tão comuns em pessoas idosas e o azeite pode ser uma forma barata e fácil de ajudar a prevenir isso", acrescentou a investigadora.
 
As descobertas foram publicadas no Medical Journal of the American Academy of Neurology.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Será que combinaram com o Vulcão ?!?!?!




Próximo

Comitê organizador diz que vulcão não atrapalhará Copa América


 Copa América não terá as datas alteradas em função da nuvem de cinzas expelida pelo vulcão Puyehue-Cordón Caulle, segundo o representante do comitê organizador, José Luis Meiszner, em nota publicada na Associação de Futebol Argentino (AFA).

"O comitê organizador informa que a Copa América se realizará tal como estava programada, entre os dias 1º e 24 de julho de 2011, com os horários e sedes estabelecidos.
As circunstâncias naturais que ocorrem não são motivo para nenhuma modificação", informa o comunicado.

Estava prevista para esta terça a normalização paulatina das operações nos aeroportos de Buenos Aires, fechados desde a noite de domingo por conta da presença de nuvens de cinzas do vulcão, situado em território chileno da cordilheira dos Andes, a 1,8 mil quilômetros ao sudoeste da capital argentina.

No entanto, uma mudança na direção dos ventos fez com que a nuvem de cinzas retornasse à região, o que obrigou as autoridades a manterem o fechamento dos terminais aéreos.
Somente no fim do dia, os voos foram regularizados

Arquivos na Internet

Arquivos da ditadura militar brasileira serão publicados na Internet



Projeto Brasil Nunca Mais Digital vai repatriar e digitalizar o conteúdo de mais de 700 processos.

Enquanto políticos como José Sarney e Fernando Collor lutam para manter documentos secretos do Governo inacessíveis para sempre, o projeto Brasil Nunca Mais Digital anuncia que vai repatriar e publicar na Internet o conteúdo de mais de 700 processos instaurados no Superior Tribunal Militar durante a ditadura militar.
De acordo com a Agência Brasil, os documentos serão hospedados no servidor do Ministério Público Federal e disponibilizados para consultas online.
A previsão é que o processo seja concluído em um ano.
Segundo a agência de notícias, os arquivos do período entre 1961 e 1976 foram copiados e microfilmados ainda durante a ditadura, em um trabalho apoiado por entidades católicas e protestantes.
Para que isso acontecesse, advogados pediam acesso aos processos com o pretexto de consulta e passavam para um grupo, que fazia cópias antes de o material ser devolvido.
Para evitar que os militares destruíssem as provas das violações dos direitos humanos, as cópias em microfilme foram enviadas para os Estados Unidos.
Lá, ficaram sob a guarda da entidade Center for Research Libraries, e agora retornam ao País.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Imposto de Renda = Devolução

Neste ano, cerca de 1,3 milhão de contribuintes com mais de 60 anos estão na lista do primeiro lote de restituição.
A prioridade no recebimento é prevista pelo Estatuto do Idoso. Segundo especialistas, é sempre bom ter uma reserva para uma possível eventualidade.
É bom sempre guardar um pouco, já que imprevistos acontecem e é melhor recorrer à poupança do que a um empréstimo.
Se uma pessoa guardar 10% do que ganha, em dez meses ele tem um salário extra guardado. 
“A poupança é só o primeiro degrau e, apesar de ter uma rentabilidade baixa, ela é constante.
Se a pessoa já tem um dinheiro guardado, é possível investir no Tesouro Direto: através do banco, qualquer um pode comprar.
No caso dos aposentados, a melhor dica é aproveitar o momento do dólar baixo e fazer uma viagem internacional.

O dinheiro do primeiro lote da restituição será depositado amanhã nas contas bancárias informadas na declaração do Imposto de Renda.
Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet, pelo site www.receita.fazenda.gov.br.
A consulta também pode ser feita pelo telefone 146.
Caso a restituição não seja creditada, o contribuinte deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001(demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos).
Nesse caso, a pessoa física deve agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Homens mentem mais.Será?


Homens mentem (muito) mais do que mulheres em sites de relacionamento



Internautas superaram as internautas em 13 das 14 categorias estudadas.

Só na hora de revelar o peso eles são mais verdadeiros.

Os homens mentem muito mais do que as mulheres em sites de relacionamento. 
A empresa de segurança Symantec perguntou a 1060 usuários americanos se eles costumam faltar com a verdade em portais do gênero, e a descoberta foi surpreendente: os internautas do sexo masculino superaram as mulheres em 13 das 14 categorias estudadas.
Por incrível que possa parecer, a informação mais duvidosa que um homem pode divulgar é seu primeiro nome. Quase um a cada cinco (19%) admitiu que não costuma ser verdadeiro ao dizê-lo. No caso das mulheres, embora o índice caia para 6%, a categoria também não foi mal, ficando na segunda colocação dentre aquelas em que elas mais mentem.
Outro dado curioso é que, ao contrário da crença popular, as mulheres escondem a idade menos do que os homens – lógico que há a possibilidade de elas terem mentido sobre não mentir a idade. Apenas 2% das internautas enganam o parceiro na hora de revelar quantas velinhas já sopraram, enquanto que, entre os internautas, a percentagem sobe para 18%.
Os homens superaram as mulheres em outras 11 categorias: último nome, status de relacionamento e data de aniversário – incluindo o ano de nascimento – ficaram com 14%. Pouco depois vem o e-mail, com 13%. Altura, local de trabalho/estudo, endereço residencial e peso ficaram com 10%, seguidos por finanças/salário/patrimônio líquido (8%), paternidade – se tem filho ou não – também com 8%, e, por último, telefone (7%).
Qual é a única categoria em que as mulheres mentem mais do que os homens? Se você chutou “peso”, você acertou. Porém, não pense que a diferença entre os sexos é grande. De acordo com o estudo, 11% das internautas mentem o quanto pesam, mas os internautas vêm logo atrás com 10%.
Às internautas, um aviso: não percam a esperança. Apenas 3 a cada 10 homens admitiram faltar com a verdade em pelo menos um dos quesitos apresentados.
Mas também não sejam ingênuas e pensem que é uma questão de insegurança.
Nisso, vocês ainda vencem.
Enquanto eles, por medo de serem rejeitados, ficam duas vezes mais propensos a mentir, vocês ficam nove.

domingo, 12 de junho de 2011

A Palavra de um jovem

Um jovem faz um desabafo na Internet e solicita que repasse a todos que queiram ouvi-lo.
Então aqui está seu endereço: Http/Youtu./aByiTQTutys.
Faça seu comentário.

sábado, 11 de junho de 2011



Morre idosa que teve coração colado com superbonder
Caso ficou famoso em Londrina há 14 anos, quando o médico Francisco Gregori usou a cola para salvar a vida da dona de casa Joana Woitas


Arquivo Folha
A funcionária pública aposentada Joana Messas Woitas ficou famosa ao se submeter a uma cirurgia inusitada no Hospital Evangélico de Londrina, em março de 1997. Ela teve o coração colado com 'superbonder' em uma intervenção comandada pelo médico Francisco Gregori Junior.

Mais de 14 anos após a cirurgia, Joana faleceu na tarde desta sexta-feira (3), em sua casa, em Bela Vista do Paraíso. Joana tinha 82 anos.

Em entrevista ao Bonde, o médico responsável pela cirurgia lamentou a morte, mas disse que a idosa levou uma vida normal após passar pelo procedimento. "Foi bastante tempo. Ficamos bastante satisfeitos com o resultado da cirurgia. Até a véspera estava perfeita, foi em uma festa no sábado. Ela teve uma parada cardíaca, o que é comum pela idade dela. Mas durante 14 anos levou uma vida tranquila", afirma o médico, que ficou muito ligado à família da paciente após a cirurgia.

A cirurgia

Em 21 de março de 1997, Joana Woitas deu entrada no centro cirúrgico do Hospital Evangélico com infarto no miocárdio. Os médicos não conseguiam controlar uma hemorragia no orifício do ventrículo esquerdo, e quando a equipe estava quase desligando os aparelhos que a mantinham viva, veio a ideia de usar a cola.

"Depois disso surgiu uma cola 'derma bonder', feita pela mesma empresa, mas esterilizada, além de outras opções cirúrgicas que são usadas em peles, tecidos", recorda o cirurgião.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Sonhos no laboratório

Veja como é feito o exame que detecta distúrbios do sono, realizado no hospital Vita Batel
1º passo

Por volta das 21 horas, o paciente chega ao hospital e preenche um formulário sobre as características do seu sono, com o técnico de monitoramento do quarto.
Ele relata se sofre com insônia, bruxismo (ranger de dentes), ronco, apneia ou outros distúrbios.

2º passo

Ele veste um pijama e, com um travesseiro, para tornar o processo um pouco mais aconchegante, se retira para a sala onde irá dormir e ser observado.
3º passo
Em um ambiente similar ao de um quarto de hotel e isolado acusticamente, o paciente recebe faixas no tórax e no abdome, além de eletrodos na cabeça e nas pernas, para registrar movimentos que podem acontecer durante a noite. 
Tem início a polissonografia, como é chamado o exame.
4º passo

Muitas vezes a pessoa tem tanta dificuldade para adormecer e sofre tanto com isso, que mesmo com eletrodos e faixas, e em um ambiente estranho, ela consegue dormir rapidamente, na esperança de finalmente descobrir o que a atrapalha.
5º passo

Enquanto o paciente dorme, um técnico do hospital passa a noite em claro e monitora toda a sessão com ajuda de câmeras e computadores que registram a função cerebral e respiratória, o movimento abdominal e da caixa torácica, além da quantidade de oxigênio no sangue.
6º passo


Perto das 7 horas da manhã, o paciente é acordado e todos os dados coletados são analisados.

Dentro de uma semana sai o diagnóstico.

Alguns planos de saúde cobrem os custos do exame, mas um teste particular pode sair em torno de R$ 500
.
Fonte: Ester London, neurologista chefe do serviço de polissonografia do hospital Vita Batel

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Restituição do Imposto de renda na conta bancária só quarta feira que vem (15)

Restituição

Receita libera consulta ao 1º lote do IRPF de 2011

Os recursos serão creditadas no próximo dia 15 nos bancos indicados pelos contribuintes
 

A Receita Federal liberou nesta quarta-feira (8), a partir das 9 horas (horário de Brasília), a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF), exercício 2011. Serão liberadas também lotes residuais dos anos 2008, 2009 e 2010. Os recursos serão creditadas no próximo dia 15 nos bancos indicados pelos contribuintes.
No primeiro lote do IRPF de 2011 serão contemplados 1,5 milhão de contribuintes, totalizando R$ 1,9 bilhão, já acrescidos da Selic (a taxa básica de juros da economia) de 1,99% referente ao período de maio a junho de 2011. 
Deste total, cerca de 1,3 milhão de contemplados são idosos.
Para saber se a restituição foi liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal na internet, pelo endereço www.receita.fazenda.gov.br, ou ligar para o Receitafone pelo número 146.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

NOVOS TEMPOS




Outro dia estava no super mercado quando vi no final do corredor um amigo da época da escola, que não encontrava há séculos.
Feliz com o reencontro me aproximei já falando alto:
- Oswaldo, sua bichona! Quanto tempo!!!!
E fui com a mão estendida para cumprimentá-lo.
Percebi que o Oswaldo me reconheceu, mas antes mesmo que pudesse chegar perto dele só vi o meu braço sendo algemado.
- Você vai pra delegacia! – 
Disse o policial que costuma frequentar o mercado.
Eu sem entender nada perguntei:
- Mas o que que eu fiz?
- HOMOFOBIA!
Bichona é pejorativo, o correto seria chamá-lo de grande homosexual.
Nessa hora antes mesmo de eu me defender o Oswaldo interferiu tentando argumentar:
- Que é isso doutor, o quatro-olhos aí é meu amigo antigo de escola, a gente se chama assim na camaradagem mesmo!!
- Ah, então você estudou vários anos com ele e sempre se trataram assim?
- Isso doutor, é coisa de criança!
E nessa hora o policial já emendou a outra ponta da algema no Oswaldo:
- Então você tá detido também.
Aí foi minha vez de intervir:
- Mas meu Deus, o que foi que ele fez?
- BULLYING!
Te chamando de quatro-olhos por vários anos durante a escola.
Oswaldo então se desesperou:
- Que é isso seu policial!
A gente é amigo de infância!
Tem amigo que eu não perdi o contato até hoje. 
Vim aqui comprar umas carnes prum churrasco com outro camarada que pode confirmar tudo!
E nessa hora eu vi o Jairzinho Pé-de-pato chegando perto da gente com 2 quilos de alcatra na mão. Eu já vendo o circo armado nem mencionei o Pé-de-pato pra não piorar as coisas, mas ele sem entender nada ao ver o Oswaldo algemado já chegou falando:
- Mas o que é isso negão, que foi que tu aprontou aí?
E aí não teve jeito, foram os três parar na delegacia e hoje estamos
respondendo processo por HOMOFOBIA,
BULLYING
e RACISMO.
*Moral da história:
Nos dias de hoje é um perigo encontrar velhos amigos!*      
(Ubiratan Lustosa)

terça-feira, 7 de junho de 2011

"MEMÓRIA PARANAENSE"

  A coleção de livros “Memória Paranaense” está pronta, e vai ser lançada no dia 14 de junho, através da Editora Nossa Cultura”.
São seis livros, com depoimentos de 62 paranaenses, que tiveram grande participação na história do Paraná. O lançamento será no espaço cultural do HSBC, na Boca Maldita. As entrevistas, gravadas entre 1997 e 99, já foram apresentadas na TV Educativa, UFPR TV e Rádio CBN. 
 "Memória Paranaense" é o título pertencente à Fundação Inepar e Rádio CBN, que incluiu a gravação de depoimentos para a TV e Rádio, e a publicação de livros, com a transcrição das entrevistas.  
                 O trabalho começou em 1997, na Rádio CBN-Curitiba, na época pertencente ao Grupo Inepar. O presidente, Atilano de Oms Sobrinho, aprovou a idéia, e o então presidente da Fundação Inepar, Renato Requião Munhoz da Rocha, manteve o projeto em andamento por quase três anos.
                 A previsão inicial era gravar uma série com 300 paranaenses.
E a gravação histórica, pela primeira vez no Paraná, foi realizada em padrão profissional de vídeo, para dar qualidade técnica ao acervo, além de possibilitar a apresentação pela televisão e rádio. 
 Mas em1999, uma das muitas crises da economia encerrou o projeto.

                Chegaram a ser gravados, até ali, programas de uma hora de duração, com 84 personalidades.
E na falta de patrocínio e apoio, para continuar cobrindo os custos de gravação, não foi  possível retomar os trabalhos.
Muitos dos convidados, previstos na lista original, morreram, nos anos seguintes.
E muito da história paranaense  acabou se perdendo. 
                 Mas a boa notícia, afinal, depois de longos anos, foi a possibilidade de transformar parte da série de entrevistas gravadas, em uma coleção de livros.
A solução foi encontrada por Aldo Malucelli e Carlos Gomes, da Canal de Marketing Promocional, através de leis de incentivo à cultura.

domingo, 5 de junho de 2011

Colaboração de Ubiratan Lustosa

Mesmo que você não goste de futebol, leia para ver como são certas passagens da vida.


Para os adeptos do Barça, a oitava maravilha é Messi.
Eis uma história, uma lição de vida, que encanta Camp Nou.
É uma desforra bem pessoal, a história do menino austista aos 8 anos, anão aos 13, que via o mundo a 1,10 metros do solo.
É esse mesmo, Lionel Messi, que botou corpo à base de tratamentos hormonais e que, 59 centímetros depois, encanta o mundo do futebol, naquele jeito singularíssimo de conduzir a bola colada ao genial pé esquerdo, como se o couro redondo fosse um mano siamês, uma mera extensão corporal, um órgão vital, inseparável.
Barcelona rende-se ao talento de "La Pulga" e os adversários caem aos pés de um talento puro e raro.
E por muito talento que tivesse para jogar à bola, estaria o rapaz consciente do destino glorioso que lhe estava reservado?
O miúdo de 16 anos que vestiu pela primeira vez a camisola da equipe principal do Barcelona num jogo com o F. C. Porto, a 16 de Novembro de 2003, na inauguração do Estádio do Dragão, o Lionel Messi que agora caminha sobre a água, é ainda o mesmo menino que sobrevoou o Atlântico, em 2000, para se curar de uma patologia hormonal.
Lá na Argentina, na Rosário natal, os prognósticos médicos eram arrasadores: sem tratamento eficaz contra o nanismo, Lionel chegaria à idade adulta com 1,50 metros, no máximo.
Os diagnósticos alarmaram os Messi.
E o custo dos curativos também: mil euros mensais, ou seja, quatro meses de rendimentos da família de La Heras, um bairro pobre de Rosário.
Mas o pai de Lionel não se resignou.
Sabia que o filho, pequeno no corpo, era gigante no talento.
E não aceitou a fatalidade.
Nessa altura, o prodígio de dez anos despontava no Newells Boys, fintando meninos com o dobro do tamanho e marcando gols atrás de gols.
O pai sugeriu ao clube que pagasse os tratamentos de Lionel.
A resposta foi negativa.
E o mesmo sucedeu quando os Messi foram bater à porta do grande River Plate.
Na adversidade, a família Messi teve mais força, com a ajuda de uma tia de Lionel, emigrada na Catalunha.
E foi assim, em 2000, ainda antes de completar 13 anos, que Lionel e os pais viajaram até Lérida.
Dias depois, o pequeno prodígio foi fazer testes no Barcelona...
E com a bola quase a dar-lhe pelos joelhos, aquela habilidade enorme logo maravilhou os treinadores do Barça.
Carles Rexach, director do centro de formação do Barcelona, ficou maravilhado com o prodigiozinho argentino.
Ao cabo de dois treinos, não hesitou e logo tratou de arranjar contrato.
E ficou espantado com a proposta do pai do craque: o Barça só tinha de lhe pagar os tratamentos que os médicos argentinos sugeriam.
Foi dito e feito.
Durante 42 meses, Lionel levou, todos os dias, injecções de somatropina, hormônio de crescimento inscrito na tabela de produtos proibidos pela Agência Mundial Antidopagem, e só autorizada para fins terapêuticos.
Em 2003, o milagroso hormônio fizera de Lionel o que ele é hoje, um rapagão de... 1,69 metros!
No Verão de 2004, acabadinho de fazer 17 anos, e já com contrato profissional, entrou para a equipe B do Barça.
Mas fez só cinco jogos, porque aquele enorme talento não cabia no "Miniestadi".
Reclamava palcos maiores.
E rapidamente começou a jogar no Camp Nou, na equipe principal.
Em 16 de Outubro de 2004, o prodígio fez a grande estreia na liga espanhola, num dérbi com o Espanhol.
Em 1º de Maio de 2005 entrou para a história do Barça: marcou ao Albacete e tornou-se no mais jovem jogador a marcar um gol pelo Barcelona.
Aos 17 anos, dez meses e sete dias, começou a lenda.
Cinco anos depois, Messi teve a consagração absoluta.
Foi eleito Melhor Jogador do Mundo de 2009, após uma época de sonho, concluída com um feito inédito do Barça "de las seis copas": campeão de Espanha, da Taça do Rei, da Supertaça Espanhola, da Supertaça Europeia, da Liga dos Campeões, do Mundial de Clubes. Ufff!
O craque que o Barça contratou pelo custo da terapia de crescimento é, hoje, a maior jóia do futebol mundial, segurada por uma cláusula de rescisão de... 250 milhões de euros!
E é, também, o mais bem pago de todos: o menino pobre do bairro de la Heras é, agora, multimilionário, recebendo qualquer coisa como 33 milhões de euros anuais em salários e publicidade.
Nem em contos...
Lionel Andrés Messi >> 23 anos (24/06/1987)
Nacionalidade: Argentina (os argentinos têm vergonha de não terem tratado do rapaz).
Títulos: campeão Espanha (2005, 2006, 2009, 2010 e 2011), taça do rei (2009); Supertaça Espanha (2005, 2006, 2009 e 2010); liga dos campeões (2006, 2009); supertaça europeia (2009); mundial de clubes (2009).
 "GRANDE LIÇÃO DO PAI QUE NÃO DESISTIU DO SONHO: 
   CURAR  O FILHO."
  Não se focalizou no problema, mas sim na solução.

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html