sábado, 30 de novembro de 2013

TROPEIROS

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

AUTOESTIMA


A boa autoestima muda a forma como você enxerga o mundo e lida com seus problemas no dia a dia – além de ser sinônimo de autoconfiança.

 “A autoestima é fundamental na vida de qualquer pessoa, pois fornece autoconfiança para tomar decisões, dizer “não”, arriscar em direção determinados objetivos, ter autonomia e manter a motivação”, afirma a psicoterapeuta cognitivo-comportamental Thaís Petroff Garcia.

 Para Rita Calegari, psicóloga do Hospital São Camilo (SP), a autoestima ou ausência desta na vida da mulher reflete em inúmeros aspectos de sua vida: na sua relação com o corpo, sexualidade, amigos, família e lado profissional.


Existem muitas situações que podem afetar a autoestima.

 Thaís aponta algumas delas: “Excesso de críticas, relacionamentos abusivos, muitas cobranças, falta de reconhecimento e incentivo são alguns dos motivos que podem levar à baixa autoestima caso já exista uma base fragilizada na vida da pessoa”, acredita. Rita Calegari também explica que, devido à essa falta de amor próprio, a mulher pode se depreciar a ponto de aceitar qualquer relacionamento (por mais destrutivo que este seja), achar que situações de violência física e psicológica são aceitáveis e comuns, não reivindicar seus direitos como pessoa e fazer loucuras para se sentir aceita. “Tais atitudes podem tornar a mulher propensa a desenvolver alguns distúrbios emocionais, como crises de ansiedade, pânico, depressão; além do abuso por álcool, consumo de drogas e medicações”, completa.


E o que fazer quando a autoestima está lá embaixo?
 Segundo Thaís, para reerguer a autoestima é preciso melhorar seu autoconceito.


 “A autoestima é fruto do nosso autoconceito.

 Quanto mais a percepção de si mesmo for positiva, melhor será sua autoestima.

 Com base nisso, qualquer comportamento ou estratégia que melhore essa visão irá ajudar”, garante. 


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

DIETA DA CERVEJA!


1 - Beba uma garrafa de cerveja antes de cada refeição. Isso reduzirá seu apetite ao mínimo, e você comerá menos.
2 - A cerveja é elaborada a partir de vegetais: Lúpulo, levedura, malte, cereais, etc. Logo, a cerveja é, praticamente uma GRANOLA.
3 - A cerveja contém 95% de água; Portanto, a cerveja é um alimento hidratante.
4 - A cerveja pode ser acompanhada de castanhas (de cajú, do Pará, etc),amendoins, amêndoas, nozes, avelãs, etc. Tudo isso é de origem vegetal e com um percentual elevado de fibras alimentares e fibras alimentares são saudáveis.
5- Probleminha: como levar 1 caixa de cerveja gelada do supermercado para casa em um carro quente? Solução: beba no estacionamento mesmo.
6 - Equilíbrio: se você beber porções iguais de cerveja clara ecerveja escura ...isto é uma dieta balanceada. Saudável, portanto.....
7 - A cerveja contém conservantes, logo... conservam você.Conservantes fazem você parecer mais jovem.
8 - Escreva "tomar uma cerveja" no início de sua lista de coisas a fazer hoje. Assim, pelo menos UM item de sua agenda você vai conseguir cumprir.
9 - Uma caixa de cerveja pode fornecer toda a sua necessidade diária de calorias e carbohidratos.
Não é prático isso?

domingo, 24 de novembro de 2013

As equipes do rádio

Não foi uma, nem duas as equipes das quais participei, que eram formadas pelos melhores profissionais da época.
No entanto, não conseguiram sobreviver por muito tempo.
Olhe que não foi falta de engajamento de seus profissionais ao projeto.
Algumas formadas com objetivos claramente políticos, que depois que atingiam seus ideais, deixavam seus integrantes a ver navios.
Nada a fazer. Muitas vezes não havia contrato, nem carteira assinada.
A última aguentou dois anos, era a da Rádio Cidade.
Naufragou junto com o Consórcio Nasser, grupo proprietário.
Foi a maior e melhor equipe que já integrei.
Mas esta história fica para mais adiante, porque antes vou contar quando esttive na Rádio Guairacá, sob a direção do Grupo Paulo Pimentel.
Ali trabalhei por 9 anos, até que o governo militar cassou seu prefixo, quando então já era Rádio Iguaçu. Motivo: política. Até mais.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

CAMPEÕES DO CENTENÁRIO

 
Comemorações dos 60 Anos da Conquista dos Campeões do Centenário
PESQUISA DE LIA COMANDULLI E ADRIANO FONSECA
10/11/2013
 
No dia 28 de novembro do corrente ano, completam-se 60 anos do dia em que o Clube Atlético Ferroviário (CAF) derrotou a Associação Atlética Cambaraense, no Estádio Durival Britto e Silva, por 2 a 1, sagrando-se Campeão do Centenário. Durante as Comemorações do Centenário, a Federação Paranaense de Futebol decidiu agraciar os Campeões Estaduais de 1953 com esse título histórico, a fim de contribuir para a construção da identidade paranaense e ao “paranismo”, no sentido de defesa dos interesses do Paraná, inspirando-se nas obras históricas a serem inauguradas nessas Comemorações, pelo Governador Bento Munhoz.
 
Por isso, no meio da euforia dessa conquista, o Presidente Armando Prince do CAF, chegou a propor a construção de um obelisco no Estádio Durival Britto, a fim de eternizar os nomes que levaram o Ferroviário à conquista do supremo laurel do centenário paranaense. (Fonte Paraná Esportivo, 04-12-1953)

Ao longo de 1953, o jornalista Clemente Comandulli teve o privilégio de jogar no time abaixo, que viria a consagrar-se Campeão do Centenário, enquanto, sob o pseudônimo "Ivan Silva", sem perder a imparcialidade, cobria os emocionantes jogos, para o periódico Paraná Esportivo e a Rádio Guairacá, do campeonato de futebol mais paranaense da história. Nesse Campeonato, Comandulli chegou, inclusive, a representar a Associação dos Cronistas Esportivos do Paraná (ACEP), bem como, logo após essa conquista, ser escalado, pelo Técnico João Lima, para treinar com a Seleção Paranaense de 1954.

Como homenagem aos 60 anos dessa conquista histórica, Lia Comandulli, filha do jornalista Clemente Comandulli, com o apoio do seu marido Adriano, preparou o documento, anexo, pelo qual resgata detalhes da participação do seu pai nessa conquista, bem como resgata os nomes dos Campeões do Centenário, inclusive os dos jogadores Aspirantes, como o Clemente, que, nos treinos, contribuíram de modo decisivo, para essa conquista. 

=========================

 
LISTA DOS CAMPEÕES DO CENTENÁRIO A SEREM HOMENAGEADOS
Roberto Griecco
Mauro Marques
Leônidas Ferraz de Oliveira
Pedro Tocafundo 
Alceu Zauer
João Casnock Filho
Maurílio Paiva Vidal
Adolfo Krüger Pereira (Afinho) 
Juarez Teixeira
José Carlos Moura dos Santos
Ismael Cordeiro (Maé da Cuíca) 
Adir Carnieri
Haroldo Silva (Tico) 
Marcelino de Andrade 
Nélson de Souza (Nelsinho) 
Reinaldo Savi Schoppa (Lalo)
Nelson de Paula (China)  
Isauldo Gomes 
Ragi Chueri Sobrinho (Negro)
Clemente Comandulli
Elísio de Jesus
Rubens Saldanha (Rubens I)
Arnaldo Bento de Menezes
Rodolfo Bertolli
Hernández
Ozires Santos (Cafezinho)
Dalagassa
Nelson Babão
Rubens Melantônio (Rubens II)
Eloy Borges
Claudio Robson Ribeiro (Colete)
“Chocolate” (Agostinho?)
Manoel Teixeira (Maneco)
David
Roupeiro: Haroldo Jordani
Massagista: Clodoaldo Nielsen (Camelo)
Técnico: João Lima
 
DIRETORIA CAMPEÃ DO CENTENÁRIO
Presidente de Honra: Dr. Raul Zenha de Mesquita
Presidente: Armando Prince
Vice-Presidente: Dr. Heron Wanderley
Secretário Geral: Ver. Menoti Paprilhone
1º Secretário: Arídio Silva
2º Secretário: Rivadavia de Lima
Tesoureiro Geral: Felisberto Piccinelli
1º Tesoureiro: João Neves
2º Tesoureiro: José Neves
Diretor do Departamento Social: João Santos
Diretor do Departamento de Patrimônio: Carlos R. Wallback
Diretor da Secretaria: Vectogirio Calvo
Diretor do Departamento de Futebol: Atílio Ramón
Diretor do Departamento Médico: Dr. Mohty Domit
Diretor do Estádio: Dr. Eros P. de Carvalho

domingo, 10 de novembro de 2013

NAS ONDAS DO RÁDIO

 Terminadas as gravações de "Nas ondas do Rádio" a história do rádio no Paraná juntamente com os narradores Orlando José Weber e Osni Gomes,texto de Maí Nascimento Mendonça,radiofonização e direção de Wasyl Stuparyk e as participações especiais de Felix Miranda e Maria Cristina Camargo,vou dar umas volteadas por aí e naturalmente dar uma espiada na minha plantação de sagú.Até mais tchê!!!
Posted by Picasa

TOMBADA A RÁDIO E-PARANÁ (Rádio Educativa)

Prevenção
O pedido de tombamento do acervo foi feito pela diretoria da Rádio e-Paraná para preservar o acervo histórico e evitar que no futuro ela seja desmembrado.

 A solicitação foi acatada pelo Conselho Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico.

 “O parecer foi favorável porque o acervo da rádio e-Paraná é riquíssimo.

 Além de pertencer ao Estado do Paraná, ele não pode ser separado e todo material que for adquirido será incorporado ao acervo”, diz a coordenadora do Patrimônio Cultural da Secretaria da Cultura, Rosina Alice Coeli Parchen.

sábado, 9 de novembro de 2013

UM PEQUENO RESUMO DA RÁDIO EDUCATIVA DO PARANÁ

Em 1953, durante o centenário da Emancipação Política do estado, o governador Bento Munhoz da Rocha Neto assinou o decreto autorizando a criação de uma rádio educativa.
 O responsável pela implantação foi Aluízio Finzetto. Mas apenas dois anos depois, em 1955, é que os estúdios ficaram prontos para, finalmente, colocar a rádio no ar em setembro daquele ano. 

A sede, porém, era improvisada: duas salas do Colégio Estadual do Paraná, em Curitiba, eram usadas para a transmissão da emissora que operava nas ondas AM.

Na época, ela era chamada de Rádio Colégio Estadual do Paraná, com uma programação exclusivamente clássica e operava diariamente das 8 às 19 horas.
 Na grade da emissora também estavam aulas de idiomas como inglês, alemão e italiano, cedidas pelas embaixadas desses países.
 Foram cinco anos operando no interior do colégio.

“Nessa época, amigos do Aluízio iam ajudar na programação e doavam discos para a rádio”, conta o atual diretor José de Melo, que trabalha no local desde 1980 quando ainda era um office boy.

 Depois dessa época, a rádio mudou-se e passou a ser transmitida diretamente de uma sala de uma delegacia de polícia.

 Até que encontrou um ambiente mais propício em um prédio na esquina entre as ruas Cruz Machado e Dr. Muricy, ficando por quase 20 anos nesse endereço.

 De lá mudou-se para a sede atual, no bairro Mercês, em 1998.

De Chico a Jobim

Foi na década de 80 que a rádio incluiu na programação a Música Popular Brasileira (MPB), com cantores como Chico Buarque, Elis Regina e Tom Jobim.

 Em 1992, passou a ser chamada de Rádio Educativa do Paraná e começou a ser transmitida também em frequência FM.

“Ao longo desse tempo, o acervo da rádio cresceu e o tombamento justifica a importância que a discoteca tem como um dos maiores acervos públicos de música do Brasil”, ressalta o diretor.

Entre as raridades estão os primeiros discos independentes de música brasileira instrumental, o primeiro disco de Chico Buarque em italiano, Elis Regina cantando boleros e as primeiras produções de Luís Melodia, Tim Maia, Nana Caymmi e César Camargo Mariano.

 Há ainda discos dos principais movimentos da MPB como Jovem Guarda, Tropicália e Lira Paulistana. “Esse é um acervo vivo, já que novos materiais sempre são adquiridos pela rádio”, ressalta Melo.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

AM/FM

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta quinta-feira (7) decreto que permitirá que as rádios AM migrem para a banda FM.
A permissão foi anunciada durante evento no Palácio do Planalto pela presidente e pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.
De acordo com o ministro, o decreto pavimenta um "caminho próspero para o setor", que via sua audiência cair ao longo dos anos.
O processo de migração não será obrigatório. Para mudar de faixa, as rádios interessadas terão de comunicar interesse ao ministério a partir de 1º de janeiro do ano que vem. Todo o trâmite deve durar de quatro a cinco meses. A partir daí, o governo, por meio da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), vai verificar se há espaço para encaixá-las na faixa FM.
Se em alguma região do país não houver possibilidade de migrar todas as interessadas --o que pode ocorrer nas grandes cidades, como São Paulo e Campinas-- as empresas de rádio terão de aguardar o processo de digitalização das TVs, que, segundo ministro, deve demorar cerca de um ano e meio.
Quando isso ocorrer, os canais 5 e 6, que hoje são de TV, poderão ser usados para transmissão das rádios remanescentes desse processo de migração.
O ministro diz que essa medida será capaz de atender a todos os interessados, uma vez que cada canal de TV pode abrigar cerca de 20 estações de rádio.
"Estimamos que 1.700 rádios devem pedir a migração. Então vamos ter aí uma correria boa. Estamos marcando a migração para janeiro para dar tempo de fazer o planejamento todo", disse.
Hoje, 1.772 emissoras operam na frequência AM, segundo o governo. Elas estão divididas de acordo com o alcance: local, regional ou nacional.
O problema é que, por enquanto, os rádios disponíveis no mercado não conseguem sintonizar essas novas estações.
Como essa faixa não era prevista para esse uso, os modelos oferecidos atualmente no mercado ainda não a reconhecem.
O Governo informou que já iniciou diálogo com a indústria para que rádios adaptados sejam lançados, com mesma variedade e valores semelhantes aos vendidos hoje.
PRAZO E CELULARES
Para Paulo Bernardo, esse a migração não pode ocorrer imediatamente porque é preciso um planejamento, não só de governo, mas empresarial.
"Não adianta mudar amanhã, tem de fazer com planejamento. As empresas têm de comprar transmissores novos. Já me disseram que isso custa de R$ 35 mil a R$ 50 mil", afirmou. "Também tem que ter um período de transmissão simultânea, porque você vai mudar para FM, mas seu ouvinte da AM quer saber disso."
Pelas regras do governo, as rádios poderão operar em AM e FM, simultaneamente, por até cinco anos.
A proposta de decreto para migração das rádios já era prevista pelo governo desde junho desde ano, mas foi anunciada apenas hoje, Dia do Radialista.
Com essa mudança, as rádios poderão também ser ouvidas por meio de dispositivos móveis, como celulares, que hoje sintonizam principalmente as estações FM.
MOTO
Em tom de brincadeira, Paulo Bernardo disse que perguntou à presidente Dilma Rousseff sobre a qualidade da transmissão das rádios em motos.
"Eu quis perguntar para a presidente se o rádio das motos era bom. Ela me disse que sim, o som é muito bom".
O ministro fez referência ao episódio, publicado pela Folha, em que a presidente deu uma volta de uma hora na garupa do secretário-executivo do Ministério da Previdência, Carlos Gabas.
Assim que voltou do passeio, Dilma decretou: "Quero aprender a pilotar".
FINANCIAMENTO
Durante o evento, João Saad, presidente da Abra (Associação Brasileira de Radiodifusores), comemorou a medida, mas frisou que o setor precisará de ajuda para fazer os investimentos necessários.
"Essa era uma demanda muito antiga do setor, que vem tendo dificuldades crescentes com as interferências e com uma qualidade cada vez pior", disse. "Quem sabe agora se deva estudar formas de financiamento para que isso saia mais fácil [para as empresas]".
O ministro Paulo Bernardo explicou a jornalistas, após o evento, que o financiamento para compra de equipamentos já existe, por meio do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento).
Já Daniel Slavieiro, presidente da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), frisou a importância do governo apressar a discussão sobre o horário em que transmite hoje a Voz do Brasil.
"Há mais de 12 anos tramita um projeto para flexibilizar a Voz do Brasil. O que diz o projeto: ele flexibiliza este importante programa por apenas três horas, das 19h às 22h".
No evento, também falou-se sobre o processo de digitalização das rádios. Porém não há ainda um modelo definido pelo governo para que isso seja feito.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

GRANDES VERDADES


Pensamentos sábios 

1- O biquíni é como cerca de arame farpado. Protege a propriedade,sem restringir a vista.

2- Quando dois é bom três é o resultado.

3- Trabalho duro nunca matou ninguém. Mas...por quê se arriscar?

4- Seu futuro depende de seus sonhos. Então,vá dormir!

5- Crianças no banco traseiro causam acidentes. Acidentes no banco traseiro causam crianças.

6- Todo homem deveria casar. Afinal,a felicidade não é tudo na vida.

7- Atrás de todo homem de sucesso há uma mulher. E atrás de todo homem mal sucedido há duas (talvez três).

8- Ame seu próximo. Mas não seja apanhado.

9- Dinheiro não é tudo. Existem os cartões de crédito.

10- Quanto mais se aprende,mas se sabe.Quanto mais se sabe,mais se esquece.Quando se esquece,menos se sabe. Então para que aprender?

terça-feira, 5 de novembro de 2013

RAINHA DO RÁDIO:LUCIA CECILIA kUBIS

Rainha do rádio curitibana vira filme


O curta-metragem Notícias da Rainha, de Ana Johann, tem pré-estreia hoje no Guairinha e resgata parte da história de Lucia Cecília Kubis,, hoje esquecida



O ano de 1948 foi especial para Lucia Cecília Kubis. Ela foi escolhida, em votação promovida pela Gazeta do Povo, a Rainha do Rádio na capital paranaense. O primeiro de três títulos que recebeu em duas décadas de carreira. A cantora, de dotes vocais invejáveis, moldados em aulas de canto que recebeu desde muito jovem, tinha suas particularidades. Ela preferia música lírica, operetas, a marchinhas de carnaval, sambas-canção ou boleros, gêneros em voga naquela época. Muito popular, ela seguiu no posto de estrela da PRB2, cantando e participando de radionovelas até 1964, quando a emissora encerrou suas atividades e fechou as portas. Naquele momento, a luz de Lucia, a intérprete, também começaria a se apagar.
A incrível, e hoje desconhecida, trajetória da cantora chegou aos ouvidos da cineasta curitibana Ana Johann por meio de uma amigo, Ricardo Trento, proprietário de uma empresa de captação e produção cultural, que conhecia uma das filhas de Lucia, Liliana Pizzolato, e acreditava que a história da cantora renderia um filme.



Pré-estreia do documentário hoje, às 20 horas, no Guairinha – Auditório Salvador de Ferrante (R. XV de novembro, 971), (41) 3304-7961. Ingressos: R$ 10, R$ 5 (meia-entrada) e R$ 8 (para associados do Cartão Teatro Guaíra e do Clube do Assinante da Gazeta do Povo).
Inconformada com a ausência do nome da mãe nos livros de história cultural do Paraná, Liliana tentava há bastante tempo escrever uma obra com as memórias de Lucia. Mas sempre esbarrava na reticência da biografada, que se recusava a dar respostas a muitas de suas perguntas.
Desse impasse, o de uma filha que tenta, em vão, resgatar em detalhes o passado da mãe, nasceu o curta-metragem Notícias da Rainha, que tem pré-estreia  hoje às 20 horas, no Guairinha, teatro no qual o filme foi gravado, e palco onde Lucia se apresentou muitas vezes em sua carreira.
Dona de um troféu Can­­­dan­­­go, que recebeu em 2012 pelo longa-metragem Um Filme para Dirceu, também um trabalho de não ficção, vencedor do Prêmio Especial do Júri no 45.º Festival de Brasília de Cinema Brasileiro, Ana pensava, em princípio, lá nos idos de 2010, em realizar um documentário observacional sobre Lucia. Aos poucos, entretanto, foi percebendo que tinha nas mãos uma história tão complexa quanto a da cantora. Deu-se conta que também desejava falar dessa pulsão, até certo ponto frustrada, de Luciana tirar a história de Lucia, hoje aos 88 anos, do esquecimento, da vontade de trazê-la de volta à luz.
Maiores detalhes na edição de 3/11/2013 da Gazeta do Povo no excelente texto de Paulo Camargo.(Caderno G.)

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

MEMORY CHIPS



 
 
 
Rádio

O Rádio sempre esteve na moda desde sua invenção.

Este companheiro fiel no seu dia a dia, seja na hora de acordar, no serviço ou no meio do trânsito, não foi descartado como muitos acreditavam quando chegou a TV e mais tarde a internet.

Ele continua por aí, informando, divertindo, mais presente que nunca e deve continuar ainda por muuuuito tempo .
Nesta página o Memory Chips presta uma pequena homenagem ao Rádio relembrando alguns equipamentos, algumas rádios, programas e radialistas brasileiros dos anos 70/80/90 ! As lembranças que publico a seguir são na maioria de rádios de SP, se você tem alguma lembrança especial desta época da sua região pode postar nos comentários abaixo !

EvadinOs rádios antigamente usavam válvulas eram grandes e espaçosos e ocupavam lugar de destaque na sala das pessoas. Com a invenção do transístor eles diminuíram de tamanho !

Nos anos 70 os pequenos radinhos de pilha eram super comuns como aquele da Evadin com aquela capinha de couro. Meu avô sempre ouvia os jogos de futebol com um destes.

Nesta época não existiam tantas rádios FM e as
que existiam costumavam tocar músicas mais comportadas como a rádio Eldorado com seu locutor de voz empostada. A maioria das rádios era AM e você selecionava no rádio se queria ouvir  OM (Ondas Médias) ou OC (Ondas  Curtas).


Rádio OM

Motorádio

Na cozinha sua mãe talvez usava um rádio maiorzinho com antena esticada para ouvir os programas da manhã como o Show da Manhã com Fausto Canova e mais tarde com Randal Juliano ou talvez o programa do Gil Gomes que começava com "Gil Gomes lhes diz... Bom Dia !" e contava casos tenebrosos de violência com aquela voz inconfundível !

Ou será que preferia ouvir o Barros de Alencar ou quem sabe o Eli Corrêa com seu característico "Oiiiii Gente !"

Já falei em outra página mas vale relembrar o Zé Bétio que alegrava as manhãs das donas de casa e que logo cedo já anunciava algum remédio contra verme ou gritava no rádio: " Alô Dona de Casa, vamos acordar, joga água nele, Tchibum !"
Rádio Relógio



Por falar em acordar talvez você acordava de manhã usando um rádio relógio daqueles que os números estavam em cilindros e iam girando enquanto as horas passavam até que o rádio começava a tocar de manhã e você apelava apertando o botão Soneca !

Walkman 88




Nos anos 80 os pequenos radinhos foram substituídos pelo Walkman lançado pela Sony em 1979 e que a partir de 1988 começou a ter modelos com rádio !

Hoje em dia muita gente ouve rádio no próprio celular e até pela internet !

Nos carros o rádio está presente já faz tempo (desde 1922) e com o passar do tempo foi sempre incorporando as novidades tecnológicas !
Rádio Push Buttom



Lembra do sistema push buttom de sintonia ? Você apertava o botão e o ponteirinho de sintonia deslizava até sua rádio favorita !


domingo, 3 de novembro de 2013

Postagem de 2009

O FUTURO DO RÁDIO NO PARANÁ

Visite e indique o BLOG do Paulo Branco - Radialista
por: Ubiratan Lustosa
Apesar da ação nefasta de alguns radiodifusores, estou certo de que o Rádio sobreviverá. Em tempo hão de compreender que ao Rádio são imperiosas as características locais, nas notícias, nas informações, na linguagem, nas gírias, no sotaque, no gosto popular. Quando isso acontecer, e em algumas emissoras está acontecendo, a audiência aumentará e o apoio comercial será mais expressivo.

O Rádio é um poderoso veículo de comunicação, instrui e diverte, faz opinião pública, incentiva as vendas criando o interesse pelas compras, é uma apreciada companhia de todas as horas e em todos os locais.

O Rádio é como um tipo especial de mutante, adapta-se às evoluções técnicas e se transforma sem perder no entanto as suas características primordiais.

Eu acredito no Rádio e sei que há radialistas talentosos que mantêm a sua finalidade de educar divertindo e divertir educando. Eles nos dão a segurança da continuidade.



Escreva para o PB : pbradialista@yahoo.com.br

sábado, 2 de novembro de 2013

Curso de Locutor em Curitiba - Escola de Rádio e Tv


Curso de Locutor em Curitiba, a Escola de Rádio e TV é o resultado de 12 anos de experiência na preparação de profissionais  nas áreas da televisão e cinema. Tem como maior objetivo, oferecer treinamento prático aos seus profissionais.
Se você deseja melhorar a sua comunicação, desinibir-se, elevar a sua auto-estima, aprender novas habilidades e se profissionalizar para falar com segurança e desenvoltura nas atividades do dia a dia, no rádio, em público e na televisão, este curso vai te ajudar muito!
  • Locução (Rádio, Eventos e TV)
  • Dublagem (TV e Cinema)
  • Edição de Animação (2D e 3D)
  • Filmagem, Gravação e Edição de Vídeo e Áudio
  • Locução Esportiva (Rádio e TV)
  • Interpretação (Tv e Cinema)
  • Radionovela
  • Telejornalismo
  • Audiodescrição
Cursos 100% Práticos
Certificado de Conclusão
Portfólio e Material Didático
Condições Especiais de Pagamento

O seu futuro no Rádio e na Tv começa aqui!



Escola De Rádio E Tv
Rua Marechal Deodoro, 51 Conjunto 604 - A, 6º Andar - Centro
Curitiba/PR - Cep: 80.020-320
(41) 3323-9855
(41) 3324-2516
(41) 9958-5841
marcelocabral1000@hotmail.com
www.escoladeradioetv.com.br

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html