terça-feira, 10 de março de 2015

MULHER INVULGAR

Inezita Barroso foi uma mulher invulgar.
 Rica e bonita, trocou o sucesso fácil como cantora para tentar traduzir em música a alma do povo brasileiro, principalmente aquele que mora no mato.
 Conseguiu de forma notável ao transformar cantigas folclóricas em sucessos de rádio. O escritor Rodrigo Faour, amigo e colaborador, a definia em três palavras: integridade, rebeldia e resistência.

Elas resumem bem a carreira longeva de uma artista que nunca se vendeu e viveu como bem quis.

 Quando iam a seu programa na TV, neo-sertanejos como Daniel tinham que abandonar seus arranjos pop e voltar para a viola caipira da qual ela não abria mão.
 É certo que as fusões são importantes para a vitalidade da música porém, tão importante é ter que alguém não deixe a cultura se desvirtuar por inteiro.

Algo que Inezita Barroso fazia sem se “atrapaiar”.

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html