quinta-feira, 30 de abril de 2015

A Lógica dos diabos

terça-feira, 21 de abril de 2015

CARTEIRADAS!!!

A Abrabar-PR (Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas) divulgou nota ontem sobre a tentativa de assassinato de um cliente de uma casa noturna de Curitiba por um PM de folga, ocorrida dentro do estabelecimento, um dos mais frequentados da cidade. Segundo o presidente da entidade, Fabio Aguayo, o caso será levado à Assembleia Legislativa para a adoção de medidas legais que impeçam a entrada de armas nesses locais.


Aguayo diz que uma das causas da violência em estabelecimentos noturnos são as “CARTEIRADAS" constrangedoras e impositivas” por parte de policiais à paisana e a “extorsiva liberação do consumo e de áreas privativas que em nada contribuem para a imagem das corporações”. Ele defende a adoção de campanhas e ações de prevenção e orientação quanto ao abuso do álcool combinado com o porte de arma.


Para a Abrabar, o caso não foi o primeiro e não será o último. “Arriscamos a dizer que teremos mais em todo o Brasil, pois todos os dias, e em especial nos finais de semana, em algum lugar existe algum cliente irresponsável ou profissional sem preparo e controle emocional”, afirma o presidente da entidade paranaense. “Aqui no Paraná já demos alguns pequenos passos, mas insuficientes para estancar a prepotência de uma minoria que estraga a imagem das corporações policiais e de alguns consumidores, que precisam ser banidos ou bloqueados por prazo indeterminado”, acrescenta Fabio Aguayo.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

A caminho do gol (fonte Gazeta do povo 20/04/2015)



Durval Monteiro Castilho: a voz do “A caminho do gol”

Texto publicado na edição impressa de 20 de abril de 2015
A positividade de Durval Monteiro Castilho era contagiante. Ele conseguia ver o lado bom de todas as coisas e festejava todos os bons momentos – por mais simples que fossem. As reuniões de família e a ida para o litoral paranaense eram os episódios mais felizes para o radialista.
Natural de Rolândia, no Norte do Paraná, Durval veio de uma família humilde, e por causa disso se orgulhava de tudo aquilo que conquistou durante seus 72 anos de vida. Ainda jovem mudou-se para Astorga, também no Norte do estado, e lá estudou até o antigo ginásio, atual Ensino Fundamental. Para continuar os estudos, foi para outra cidade. Dessa vez o destino era Arapongas. Com a separação de seus pais, Durval começou a trabalhar cedo. Aos 16 anos era auxiliar de dentista. Mostrou habilidade na função e todos acreditavam em um grande futuro na odontologia.
   início a sua trajetória no rádio. Na emissora da cidade, comandava um programa chamado Qual é a música?, no qual atendia aos pedidos musicais dos ouvintes. Entre inúmeras ligações, uma foi muito especial: o pedido de Elce Vieira. A jovem pediu a música I want to be free, cantada por Elvis Presley. Enquanto o hit tocava, Durval e Elce conversavam. O papo evoluiu e os dois namoraram por cinco anos. Casaram-se em 1968 e tiveram três filhos: Alessandra, Durval Jr. e Fabiano.Formou-se em 1971 em Direito.Foi eleito o orador de sua turma pela habilidade que tinha com as palavras. Quando se encontravam, os amigos de faculdade relembravam-se das palavras de Durval naquela data.
Em todas as oportunidade que tinha, era ele o porta-voz oficial. Puxava discursos em aniversários, almoços e festas. Por essa facilidade em se comunicar, tornou-se o conselheiro da família. “Além de falar bem, ele também era um ótimo ouvinte e dava bons conselhos”, conta Alessandra.
Seguiu no rádio. O comunicador passou por diversas emissoras, entre elas Paraná e CBN. Ficou conhecido pelo comando do programa esportivo A caminho do gol, do qual foi apresentador por 33 anos. Trabalhou no rádio até seus 70 anos. Além de comentarista, era um grande estudioso do esporte e até ganhou a alcunha de “enciclopédia do futebol”, conta a filha Alessandra. Ele era apaixonado por futebol e assistia ao maior número de jogos que podia. Torcedor do Coritiba, acompanhava todas as partidas do time. Quando não podia ir ao Estádio Couto Pereira, assistia aos jogos pela televisão ou ouvia pelo rádio.
Durval teve também uma rápida carreira política. Assumiu parte de um mandato como vereador, quando era suplente em Astorga. No fim dos anos 1970, foi candidato a prefeito da cidade. Fez parte do Rotary Club local, no qual cumpriu a função de presidente. Pelos seus feitos, foi nomeado cidadão honorário de Curitiba, em 1996, e também comendador de Astorga, em 2014.
Sempre foi muito presente na família e gostava de comemorar cada minuto passado ao lado dos filhos. Os fins de semana juntos eram de festa para ele. Ele amava frequentar a praia, principalmente com os seus queridos familiares.
Depois de se aposentar, finalmente, pôde aproveitar o Litoral. Mudou-se com a esposa para Guaratuba, onde morou até o fim de sua vida. Mesmo assim, mantinha compromissos “sagrados” em Curitiba. Um deles era o jantar mensal dos amigos que trabalharam na rádio. Eles formavam o grupo chamado Confraria da bola.
Sempre perfeccionista, Durval mantinha por perto sua caixa de ferramentas. Não gostava de ver nada fora do lugar. Se via algo estragado, logo parava para consertar. Depois de aposentado, criou também o habito de cultivar uma horta em casa.
Sua vida foi interrompida pelo avanço de uma pneumonia intersticial aguda, grave doença nos pulmões. Prestes a completar 73 anos, Durval deixou a esposa Elce, os três filhos, netos, amigos e colegas de profissão.
Dia 1º de abril, aos 72 anos, de pneumonia intersticial aguda, em Curitiba.
Colaborou: Getulio Xavier.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

CENTRO DE LETRAS DO PARANÁ

AGRADECIMENTOS.
Desejo manifestar minha gratidão a Neumar Carta Winter, presidente do Centro de Letras do Paraná, pelas manifestações de apreço com que me brindou nessa terça-feira quando lá estive falando sobre os Primórdios do Rádio do Paraná. Agradeço também ao Desembargador Luís Renato Pedroso, presidente emérito do Centro de Letras, pelo carinho de sempre e pela oferta gentil do seu soneto O RÁDIO, EFEITO SONORO a mim dedicado. A ambos agradeço pelas referências bondosas e também pelo presente do livro UM SÉCULO DE CULTURA – História do Centro de Letras do Paraná. Cativante gentileza que me deixou honrado, feliz e pela qual sou muito grato.

Para Andréa Motta, presidente da UBT – União Brasileira de Trovadores - Curitiba, envio meus profundos agradecimentos. Encarregada de fazer a minha apresentação nesse encontro não poupou a generosidade dos grandes amigos e me brindou com bondosas referências e o seu carinho que muito prezo. Muito obrigado Andréa.
Sou muito grato ao Manoel Anísio Moscalewski, organizador de eventos do Centro de Letras do Paraná, que me convidou (ou escalou?) para falar aos estimados confrades daquela entidade sobre o Rádio do Paraná. Surpreendeu-me o tempo todo e em especial no final da tarde quando cantou minha música BOLA, BOLA, feita em 1966. Gesto simpático que me comoveu. Um grande abraço Manoel.
Meus confrades e amigos Eliane Martins e Paulo Walbach Prestes declamaram poesias minhas nessa terça-feira que jamais esquecerei, numa homenagem de muito carinho que me trouxe grande comoção. Para eles meu muito obrigado do fundo do coração.
Eram muitos os amigos presentes e para não cometer o equívoco de esquecer algum nome escolho o decano Orlando Woczikosky, o poeta querido de todos nós, e através dele agradeço aos demais. Orlando é o único dos fundadores da UBT ainda entre nós e ele e o saudoso Barreto Coutinho me deram a honra de ser um dos poucos assinantes da Ata de Fundação da União Brasileira de Trovadores – Curitiba deixando-me partícipe desse memorável evento. Sou grato pela presença, pelo apoio e pelo carinho de todos esses amigos.

sábado, 4 de abril de 2015

DOMINGO DE PÁSCOA


Você sabe qual o verdadeiro significado da Páscoa Cristã?

Você sabe qual o verdadeiro significado da Páscoa Cristã?

Muitos, conhecem a história da Páscoa como uma celebração a ressureição de Cristo após sua morte e crucificação e também pelos diversos costumes que se criaram nesse período pascal, mas o que muitos não sabem é que esse período começa no domingo da ressureição e termina no domingo de Pentecostes (com duração de 50 dias) e nos prepara para receber o Espírito Santo prometido.

O nome Páscoa é de origem hebraica, da palavra Pessach que significa “passagem”, e leva esse nome pois antes de ser a festa da ressureição, marcava o final do inverno e a chegada da primavera. Para os cristãos, a Páscoa simboliza a ressureição de Cristo três dias após a sua morte na cruz e por isso é considerada um fundamento da fé cristã. Muitos a vem como uma esperança viva dada por Deus ao homens e essa esperança está sempre envolvida por muitos símbolos e estão entre eles:
- Cruz: simboliza a vitória de Jesus sobre a morte.
- Pão e vinho: representa a vida eterna de Jesus. (em sua última ceia, Jesus ofereceu pão e vinho aos discípulos enfatizando que o pão era o seu corpo e o vinho era o seu sangue).
- Cordeiro: simboliza Jesus Cristo por ter se sacrificado em prol do seu rebanho.
- Óleos santos: simboliza o Espírito Santo e são representados pelos óleos sacramentais utilizados no batismo, crisma e em unções de enfermos abençoados por bispos e sacerdotes durante a Missa do Crisma que ocorre na Quinta-feira Santa.
- Água: utilizada no Sábado Santo, simboliza a pureza e a renovação de Cristo.
- Coelhos: símbolo da fertilidade. Está associado a capacidade que a Igreja tem de produzir novos discípulos e espalhar a mensagem de Cristo.
- Ovos de Páscoa: simbolizam o nascimento para uma nova vida já que os cristãos do Oriente foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa com essa intenção.

Devemos lembrar também que durante toda a Semana Santa (semana que antecede a Páscoa) ocorre a celebração da Paixão de Cristo, sua morte e ressureição e a primeira delas já acontece no Domingo de Ramos. Ela relembra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém e tem esse nome pois o povo cortou ramos de árvores para cobrir o chão por onde Ele passava.

O domingo de Páscoa celebra a festa da vida. É nele onde são referenciadas a última Ceia, a prisão, julgamento, condenação, crucificação e ressureição de Cristo e é nele que somos convidados à nossa ressureição. É um período para agradecermos a Jesus pelo sacrificio e também para pensar em todos os nossos atos e renovar os votos perante a Deus para sermos cada vez melhores e dignos desse ato tão nobre para nos libertar e nos dar a vida

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Significado de Sábado de Aleluia

O que é Sábado de Aleluia:

Sábado de Aleluia é o Sábado da Semana Santa, o primeiro dia depois da cruscificação e morte de Jesus Cristo é o dia anterior ao Domingo de Páscoa.
 O Sábado de Aleluia é o último dia da Semana Santa.
O Sábado de Aleluia ou Sábado Santo pode cair entre 21 de março e 24 de abril, e nesse sábado é celebrada a Vigília Pascal depois do anoitecer, dando início à Páscoa.
 Sábado de Aleluia é o dia em que se acende-se o Círio Pascal, uma grande vela que simboliza a Luz de Cristo, que ilumina o mundo. Na vela, estão gravadas as letras gregas Alfa e Ômega, que querem dizer "Deus é o princípio e o fim de tudo”.
Na tradição católica, os altares são encobertos, pois assim como na Sexta-Feira Santa, não se celebra a Eucaristia. As únicas celebrações que fazem parte é a Liturgia das Horas. Além da Eucaristia, é proibido celebrar qualquer outro sacramento, exceto o da confissão.
Antes de 1970, no Sábado de Aleluia os católicos romanos deveriam praticar um jejum limitado, como abstinência de carne vermelha, que deveria ser substituída por peixe.

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html