quinta-feira, 30 de julho de 2015

Nova imagem do planeta terra!

Marjorit Grasyella compartilhou um link.




Desde a missão Apollo 17 que a agência espacial norte-americana não mostrava o planeta numa só imagem.
publico.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Homenagem a Paranaguá e seu povo!

Conheça os dois hinos de Paranaguá

HINO DE PARANAGUÁ
Aos nossos mares vieram dantes
Altivas naus, velas possantes,
Inflando à brisa de monção,
E, à voz dos lusos pioneiros
O itiberê viu os primeiros s
Sinais de civilização.
Côro
Salve! Salve!Berço amado
Do Paraná sempre exul!
Pórtico todo encantado
Aos sertanejos do Sul!
Hulhas éris de cataratas,
Onde rebrilham tantas pratas!
Terras verdes dos pinheirais!
Talvez não fosseis Paraná
Sem lusas quilhas vindo cá,
Em busca de ouro e de cristais...
Coro
(repete) Salve! Salve!...
Sejamos pela liberdade
Ao lado da fraternidade,
Em fortes elos da união,
Que o nosso orgulho e a nossa glória
Têm uma página da história
Do Paraná e da Nação!
Coro
(repete) Salve! Salve!...
Seja a grandeza nosso Norte
A paz e o amor – numa coorte
De bênçãos sempre a nos sorrir
E à luz da estrela do civismo
Entre canções de patriotismo
Eia! Marchemos ao porvir!
Coro
(repete) Salve! Salve!...
MARCHA GLORIOSA
I
Orgulhosos somos filhos
Desta culta e rica terra.
Paranaguá! (Bis)
Deslumbrados por seus brilhos,
Dos tesouros que ela encerra,
Olhamos a sua História,
Que é uma vitória!
Paranaguá!
Terra igual assim não há!
II
Linda página lembre-mos,
Aquela do Cormorant...
Outra igual quando teremos,
Para encher outra manhã?!...
Belo exemplo de valor!
Deu a nossa mocidade.
Que por muito ter amor
Redoirou nossa cidade;
Cantemos alegremente,
Olhos fitos na Instrução;
Sem o que, seguramente,
Todo o esforço será vão!...
Exultemos e cantemos
Os feitos deste rincão;
Só assim nos saberemos
Guardá-lo no coração!
III
Ante feitos gloriosos,
Seus vultos vitoriosos.
Em grande número são:
No comercio, indústria, instrução,
Letras, ciências e artes.
Vivam eles! Os Unhartes,
O grande Gabriel de Lara!
Esta figura bem rara,
Altiva, soberba, arrogante, Do bandeirante!

segunda-feira, 20 de julho de 2015

fonte: Gazeta do Povo - repercutindo

Direitos do consumidor nas telecomunicações

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) lançou um manual sobre os direitos do consumidor em relação aos serviços de telecomunicações — telefonia fixa, celular e banda larga móvel, banda larga fixa e tv por assinatura.
O guia oferece esclarecimentos sobre diversos aspectos contratuais que podem gerar dor de cabeça ao usuário, como cancelamento e suspensão do serviço ou prazos para instalação.
A Gazeta do Povo selecionou os itens que mais deixam o consumidor em dúvida — o guia completo pode ser acessado pelo site do Idec ou pelo aplicativo para celular.
TV por assinatura
Telefonia fixa
Celular e internet móvel
Banda larga fixa

Cumprimento de oferta

Publicidade veiculada em jornais, revistas, sites etc. obriga o fornecedor a cumprir o prometido. Caso contrário, o consumidor pode: forçar o cumprimento; escolher outro produto ou serviço equivalente; cancelar o contrato — nesse caso, com direito à devolução do que foi pago antecipadamente. Para fazer valer o seu direito, guarde o anúncio ou um print screen da página acessada e confira o que está previsto no seu contrato.

Venda casada

O consumidor não pode ser induzido ou obrigado a adquirir determinado produto ou serviço que não seja de seu interesse como condição para a contratação de outro serviço — essa prática configura venda casada e é ilegal. Vale ressaltar que a oferta de combos (pacotes de serviços) com descontos é legal. Porém, até o desconto tem limite: o preço de um serviço contratado em separado não pode ser maior do que o valor do combo mais barato que inclua esse mesmo serviço.

Histórico de demandas

As prestadoras são obrigadas a guardar o histórico de demandas dos consumidores por dois anos – até novembro de 2015, esse prazo deve aumentar para três anos. Já para as empresas de pequeno porte, com até cinco mil clientes, o período é menor, de 90 dias. O histórico deve informar protocolos de atendimento, data e hora do início e da conclusão da chamada, resumo da demanda e o que a prestadora fez. Após solicitar seu histórico, você tem de receber todas as informações em até 72 horas.

Impedimento à contratação

Prestadoras não podem se recusar a atender pessoas físicas ou jurídicas que estejam inadimplentes (seja em relação a ela ou a outra empresa). Entretanto, se você optar por um serviço pós-pago, é a prestadora quem escolhe o plano. Prestadoras também não podem limitar uma promoção a novos clientes — se você já é cliente, tem direito a aderir à promoção.

Cobrança

Se o consumidor discordar do valor cobrado por um serviço, deve contestá-lo junto à prestadora. Quando isso acontece, a empresa tem que emitir uma nota nova, suspendendo o valor contestado enquanto durar a negociação. Qualquer valor pago indevidamente deve ser devolvido em dobro, com juros e correção monetária.

Suspensão do serviço

  • O consumidor que estiver com os pagamentos em dia, pode solicitar a suspensão dos serviços sem custo. As condições são: uma suspensão a cada 12 meses, pelo prazo mínimo de 30 dias e máximo de 120 dias.
  • No caso de Telefonia Fixa, o número de telefone é mantido e fica proibida a cobrança de tarifa ou assinatura.
  • No caso de Celular e Banda Larga Móvel, a operadora tem de manter o número de telefone do cliente e a possibilidade de restabelecimento do serviço no mesmo aparelho.
  • No caso de Tv por Assinatura e da Banda Larga Fixa, a empresa deve restabelecer, sem custo, a prestação do serviço contratado no mesmo endereço em que já oferecia antes. O assinante também tem o direito de solicitar o restabelecimento antes do prazo combinado de suspensão e a operadora deve atender a solicitação em prazo de 24 horas

segunda-feira, 13 de julho de 2015

PENSAMENTOS!



O mentiroso precisa de ter boa memória
Fonte: "A Instituição Oratória"
Autor: Quintiliano

O mentiroso deveria ter em mente que, para ser acreditado, precisa apenas dizer as mentiras necessárias
Fonte: "A Consciência de Zeno"
Autor: Svevo , Italo    

Na boca do mentiroso, até a verdade é suspeita
Autor: Benavente y Martinez , Jacinto    

O mentiroso não se lembra das mentiras que profere
Fonte: "Talmude babilónico"
Autor: Textos Judaicos

Todos os homens são mentirosos
Fonte: "Salmos 116,2"
Autor: Textos Bíblicos

A punição do mentiroso é não se crer nele
Fonte: "Talmude babilónico"
Autor: Textos Judaicos

O homem abandonado a si mesmo é espontaneamente mentiroso
Fonte: "Hermas"
Autor: Textos Cristãos

Se não confias num homem, estás a convertê-lo em mentiroso
Fonte: "Tau-te-King, 17"
Autor: Textos Taoístas

Nenhum mentiroso tem uma memória suficientemente boa para ser um mentiroso de êxito
Autor: Lincoln , Abraham    

O objectivo do mentiroso é simplesmente o de agradar, de encantar, de dar prazer. É a base da sociedade civilizada
Autor: Wilde , Oscar 

domingo, 5 de julho de 2015

O gravador Geloso,uma revolução técnológica





O aparelho parece um trambolho aos olhos acostumados com players MP3, telefones celulares e qualquer traquitana tecnológica miniaturizada deste início de século 21. Na virada dos 50 para os 60, há quase cinco décadas, é, no entanto, uma maravilha, um tremendo avanço tecnológico para quem trabalha em rádio. Por Luiz Artur Ferraretto

Imagine, sem precisar de um técnico a acompanhar e usando apenas um rolinho de fita magnética, registrar com facilidade a fala de um jogador de futebol no treino da tarde e reproduzi-la no noticiário logo em seguida! O gravador italiano da marca Geloso fez, por isto tudo, muito sucesso entre os repórteres daqueles tempos, talvez mais simples, mas, é certo, sem as facilidades da época da internet e do satélite.

Que tempos eram estes então? Com certeza, de gravadores, quando existentes, enormes, muito caros e sem a confiabilidade necessária à sua utilização freqüente. Usavam um fiozinho enrolado em carretéis que, quando rebentava, saltava com a força de uma mola e tinha de ser, na melhor das hipóteses, emendado. Na pior das possibilidades – quase sempre –, perdia-se a gravação. Tempos de uma rede telefônica reduzida, com pouca abrangência em Porto Alegre. E, é claro, para outros estados, pior ainda. Para falar com o centro do país, recorria-se a telefonistas que iam fechando o contato entre uma e outra cidade. Vale lembrar que uma ligação para o Rio de Janeiro, a então capital federal, podia demorar – Que inferno! – horas para ser completada.

Nesta realidade, no final da década de 50, começam a chegar gravadores de fita rolo mais portáteis e de marcas norte-americanas e européias. É o italiano Geloso, entretanto, que vai se popularizar entre os radialistas de Porto Alegre. Fabricados em Milão, pela Societá per Azione Geloso, os modelos mais usados por aqui – vários deles considerados semiprofissionais pelo fabricante – possuem, então, até 5 kg de peso e permitem o seu manuseio sem a necessidade de recorrer à rede elétrica, registrando o som em pequenos rolos de fita magnética. E ficam na memória de uma geração de profissionais. Antes dos Geloso, o trabalho dos repórteres dependia da existência de telefones instalados próximos ao entrevistado que tinha de ser convencido a falar para o rádio, visto ainda com boa dose de preconceito, como um veículo de entretenimento mundano. No telefone mais próximo, o jornalista colocava, na maioria das vezes, a fonte no ar ao vivo, em boletins de três a cinco minutos, procurando explorar ao máximo opiniões e informações, valorizando, deste modo, a presença de ambos ao microfone. Portanto, que avanço aqueles “pequenos” Geloso com seus 5 kg, seu microfone de mão, sua bolsa a tiracolo e suas pilhas! Estas últimas, vez por outra, estavam fracas e os repórteres perdiam o material também, mas – Ora bolas! – que diferença mesmo assim, deviam pensar eles.

Exatamente, meu caro Luiz Artur, porque para nós (na época eu trabalhava na Rádio Gaúcha de Porto Alegre) não fazia diferença, pois iriamos atrás de outra reportagem.

Luiz, você me fez voltar no tempo com seu artigo.

Até hoje o gravador, seja Geloso ou não, é um amigo inseparável do radialista.

quarta-feira, 1 de julho de 2015


Paraná Bom Dia

( publicado originalmente em 18/abr/2008 - Paraná Bom Dia )


Depois de uma pausa para refrescar a memória, volto às minhas andanças pelo Rádio Paranaense.
Já contratado pela Rádio Independência, passei apresentar notícias de hora em hora e um grande noticiário, conhecido como jornal falado devido duração e conteúdo maiores, em dupla com Adelson Alves. Depois, Adelson foi para Rádio Globo do Rio de Janeiro(RJ) e atualmente está na Rádio MEC (Ministério da Educação e Cultura). Conheci os integrantes da Equipe Independência, entre eles, Irineu Silva, Jota Pedro(não confundir com o JP), Camilo Jorge e Ivan Cury, entre outros nomes que agora não me ocorrem.
Todos sob a direção do Jair de Brito.
Certo dia o Jair perguntou se eu não gostaria de apresentar um programa.
Topei na hora e passei apresentar o "Paraná Bom Dia", das 5 as 8hs da manhã.
Adorei fazer aquele programa.

Leia outras matérias e comente no BLOG, sua participação é muito importante.

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html