terça-feira, 29 de setembro de 2015

GRANDES PROFISSIONAIS DO RÁDIO

sábado, 26 de setembro de 2015

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Ministério Público

O Ministério Público (MP) é um órgão que fiscaliza o cumprimento da lei no Brasil. Na Constituição de 1988, o MP está incluído nas funções essenciais à Justiça e não tem vinculação funcional a qualquer dos poderes do Estado.
Como fiscal das leis, o órgão é um defensor do povo. É papel do MP resguardar o patrimônio nacional, o patrimônio público e social. O que inclui o patrimônio cultural, o meio ambiente, os direitos e interesses da coletividade, especialmente das comunidades indígenas, da família, da criança, do adolescente e do idoso.
O MP atua também na defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis e no controle externo da atividade policial. Desta forma, o órgão trata da investigação de crimes, da requisição de instauração de inquéritos policiais, da promoção pela responsabilização dos culpados, do combate à tortura e aos meios ilícitos de provas, entre outras possibilidades de atuação. Os membros do MP têm liberdade de ação tanto para pedir a absolvição do réu quanto para acusá-lo.

Organização do MP

A organização do MP no Brasil está dividida entre o Ministério Público da União (MPU) e o Ministério Público dos Estados (MPE). O MPU compreende os ramos: Ministério Público Federal (MPF); Ministério Público do Trabalho (MPT); Ministério Público Militar (MPM) e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).
O MPE possui unidades representativas em todos os Estados e atua em casos que dizem respeito ao referido estado. Entre as principais atribuições do MPE estão ajuizar ação penal pública e exigir dos gestores públicos e dos serviços o cumprimento dos direitos citados pela Constituição Federal, como a defesa do meio ambiente, do consumidor e do patrimônio público e exercer o controle externo da atividade policial.

Defensoria pública

É uma instituição pública que presta assistência jurídica gratuita às pessoas que não podem pagar por esse serviço. O Defensor Público é uma pessoa formada em Direito e aprovada em concurso público de provas e títulos. A principal função do Defensor é atuar em defesa daqueles que não possuem condições financeiras de pagar um advogado.
Ele pode auxiliar em uma orientação jurídica, dar entrada em uma ação ou fazer uma defesa judicial.
A defensoria atua nas áreas de Direito de família, cível, criminal, infância e juventude, execução penal. Podem ser atendidas pessoas com renda familiar de até 3 salários mínimos por mês.
Importante salientar que não é necessário encaminhamento de outros órgãos.
Os interessados podem procurar diretamente a Defensoria Pública.

Fontes: Defensoria Pública do Paraná e Conselho Nacional do Ministério Público.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

O que é a CPMF?
A Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF) foi um imposto que existiu até 2007 para cobrir gastos do governo federal com projetos de saúde. Agora, o governo propõe cobrar uma alíquota de 0,2% sobre todas as transações bancárias de pessoas físicas e empresas para ajudar a cobrir o rombo da Previdência Social. A proposta ainda precisa ser enviada ao Congresso Nacional para votação.

Quem pagará esse imposto?
Todas as pessoas ou empresas que transferirem qualquer valor por meio dos bancos e instituições financeiras. Isso vale tanto para quem saca o dinheiro do caixa eletrônico quanto para quem paga uma conta de telefone via boleto bancário ou a fatura do cartão de crédito. A CPMF chegou a ser chamada de “imposto do cheque”, porque também incide sobre essa forma de pagamento – que era muito mais usada naquela época.

A CPMF é cobrada sobre todas as transações bancárias?
Existiam algumas exceções. Entre elas, a compra de ações na Bolsa ou títulos de renda fixa, retiradas de aposentadorias, saques de seguro-desemprego, salários e transferência de recursos entre contas-correntes do mesmo titular. Movimentações em dinheiro vivo não pagam o imposto. Ainda não se sabe quais regras o governo vai propor na volta da CPMF.
Por que o governo quer recriar o imposto?
Para melhorar o resultado das contas públicas. Elas fecharam no vermelho em 2014 e tinham previsão de déficit no Orçamento de 2016, o que precipitou a perda do grau de investimento da nota de crédito do país pela Standard & Poor’s. A volta do imposto faz parte do conjunto de medidas fiscais no total de R$ 64,9 bilhões para garantir a meta de superávit primário (economia para pagar os juros da dívida pública) de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016.

Quanto o governo espera arrecadar com a CPMF?
Na proposta anunciada, o governo prevê um impacto na arrecadação federal de R$ 32 bilhões. O valor representa quase metade das medidas fiscais anunciadas para equilibrar as contas públicas, incluindo cortes de gastos (suspensão de concursos e fechamento de ministérios) e elevação de outros tributos. Enquanto existiu, o imposto injetou nos cofres do governo mais de R$ 222 bilhões.

Como saber quanto vou pagar de CPMF?
Basta multiplicar o valor que será movimentado por 0,002 (correspondente à alíquota de 0,2%). Por exemplo, se você retirar R$ 100 mil do banco para dar uma entrada em um imóvel, você pagará R$ 200 de imposto pela movimentação financeira. Ao comprar um carro no valor de R$ 30 mil à vista, o contribuinte vai desembolsar uma contribuição de R$ 60. Ao transferir R$ 1 mil para a conta de outra pessoa, você pagará CPMF de R$ 2.

domingo, 20 de setembro de 2015

A Proclamação da República de Piratini
Reprodução da Enciclipédia Delta Universal
Quadro de Antônio Parreiras
A Proclamação da República Piratini
Em 20 de setembro de 1835, os farroupilhas, liderados por Bento Gonçalves, venciam o confronto da Ponte da Azenha e entravam na província de Porto Alegre. Iniciou-se a Guerra dos Farrapos, o mais duradouro conflito armado da história do Brasil, que resultou na declaração de independência do Estado do Rio Grande do Sul, dando origem à República do Piratini, que durou cerca de sete anos.
A Guerra dos Farrapos, também chamada de Revolução Farroupilha, é o mais longo conflito armado ocorrido em território brasileiro (teve início em 1835 e terminou em 1845). É considerada uma das mais importantes passagens da história do Rio Grande do Sul, um marco da formação social e política do Estado. A importância do dia 20 de setembro é tão grande que em 1978 foi decretado feriado em todo o Estado pela lei estadual 4.453/78.
Mas para entender o porquê da importância da data, é necessário conhecer melhor o contexto histórico, as razões e no que resultou o conflito. Vamos lá.

Semana de tradição e festa

Não é apenas o dia 20 de setembro que é dia de festa no Rio Grande do Sul. Os Centros de Tradição Gaúcha, CTGs, que existem em praticamente todas cidades gaúchas e, inclusive, em outros Estados, preparam uma série de comemorações para a semana Farroupilha. São gincanas, churrascos (claro), missas no melhor estilo crioulo (nome dado aos moradores dos pampas no passado), desfiles temáticos, palestras e discussões. É a hora do gaúcho lembrar porque é gaúcho, tchê.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Hilda Costa compartilhou a foto de Cifras.

Compartilhando (Obrigado Nilson dos Santos)

Ricardo Boechat precisou se afastar do rádio por conta de depressão e alerta sobre a gravidade da doença

Âncora precisou se afastar após sofrer um surto depressivo agudo; saiba identificar os sintomas da depressão
boechat depressão
Boechat relatou o período em que ficou afastado do trabalho e o falou sobre a importância de alertar sobre a depressão.  (Foto: Reprodução/Facebook)
O jornalista e âncora da Band News, Ricardo Boechat ficou 15 dias afastado do rádio e, ao voltar para o trabalho nesta quinta-feira (27), ele explicou aos ouvintes o motivo do “desaparecimento” em um relato na sua página no Facebook.  “Pois bem, queridos amigos, o que eu tive foi um surto depressivo agudo. Minutos antes de começar o programa de rádio da quarta-feira retrasada eu simplesmente sofri um colapso, um apagão aqui no estúdio. Nada na minha cabeça fazia sentido. Nenhum texto era compreensível. Os pensamentos não fechavam e uma pressão insuportável dava a nítida sensação de que o peito ia explodir. Fiquei completamente desnorteado e achei melhor me refugiar no meu camarim e esperar socorro médico”, contou Boechat.
Após ser levado ao médico, o especialista constatou que o jornalista sofria de depressão.  “Ele disse que os sintomas eram clássicos de um surto depressivo. Quem cai num quadro desses, perde qualquer condição de ficar ativo, de ter pensamentos simples. É como se a pessoa morresse ficando viva“, definiu.
Padre Marcelo Rossi chegou a pesar 125kg e hoje apresenta uma aparência bem mais magra. (Foto: Reprodução/Internet)
Padre Marcelo Rossi chegou a pesar 125kg e hoje apresenta uma aparência bem mais magra. (Foto: Reprodução/Internet)
Após o Padre Marcelo Rossi ter declarado que achava que depressão “era só frescura”,  Boechat afirmou que fez questão de contar a todos a sua doença, pois “esconder o problema e tratá-lo na clandestinidade dificulta o tratamento” e afirmou que “ninguém pode achar que a depressão vai passar apenas por pensar coisas positivas”.
Segundo o Élio Mauer, psiquiatra e diretor da clínica Uniica, do Grupo Marista, há dois elementos fundamentais para identificar a depressão: uma tristeza patológica, que não tem fim, e a absoluta incapacidade de sentir prazer. É normal relatar, como disse o padre Marcelo no programa, a falta de “dias coloridos”.  ” O relato é que tudo ficou preto e branco. Fora isso, existem outros sintomas, insônia, principalmente, que ocorre no meio da noite e perda de peso, de quem está desenvolvendo uma doença maligna”, aponta Mauer. “Acima de tudo, depressão é fator de perda de qualidade de vida, mais do que suficiente para determinar o quanto é importante o tratamento”, conclui Mauer.
Fique atento:
Depressão é uma doença cujos sintomas podem variar de pessoa para pessoa. Fora a tristeza sem sentido e constante, e falta de vontade de fazer coisas de que se gostava, a depressão pode ter sinais mais complexos. Eles podem inclusive envolver dores físicas, como nas costas e cabeça.
Fora esses, alguns traços podem passar imperceptíveis, como os listados abaixo pelo site americano WebMed. É preciso, claro, que eles estejam combinados a outros indícios para um diagnóstico preciso, feito por médico especialista:
1) Usar demais a internetAssim como cometer outros exageros, como beber demais, apostar em jogos ou fazer sexo sem cuidado, o uso excessivo da internet pode ser um sinal de que a pessoa está tentando esquecer da própria vida social. Estudos já mostraram ligação entre o uso intenso de internet e a depressão.
2) Furtar em lojasCerca de um terço das pessoas que furtam em lojas sofrem de depressão nos Estados Unidos. Furtos podem proporcionar sensação fugaz de onipotência a uma pessoa que na verdade se sente fraca e desimportante. O mesmo ocorre quando há mudança drástica nos hábitos de compras, por exemplo.
3) ObesidadeUm estudo de 2010 da Universidade do Alabama apontou que indivíduos deprimidos têm tendência a ganhar mais peso em gordura localizada na cintura, o que é um risco para doenças do coração. Outros estudos também indicaram que comer compulsivamente pode ser um sinal de depressão, em especial em pessoas de meia idade.
ESTÁ VOLTANDO?
Como a depressão é uma doença é crônica, é preciso que as pessoas que sofrem dela fiquem atentas a prováveis recaídas. É possível que alguém que tenha sofrido uma crise de depressão nunca volte a sentir outra; mas recaídas também são comuns. O ideal é ficar atento na eventualidade de o tratamento precisar ser retomado.
Conheça sinais de recaída:
1) Sensação de vazio
Estar triste por um motivo específico, que pode ser delineado, é uma coisa. Outra bem diferente é a sensação de tristeza infinita, que não encontra otimismo no fim do túnel. Se a tristeza dura mais de 15 dias e está interferindo na sua vida, é melhor consultar o médico.
2) Evitar pessoas
Se você começa, do nada, a evitar sair de casa, ou sente que uma simples conversa exige um tremendo esforço, fique atento. Não é a mesma coisa de timidez: é o equivalente às pessoas ao seu redor tentarem a todo o custo motivar você, sem sucesso.
3) Dificuldade de se concentrar
É comum que o raciocínio fique mais lento quando se está deprimido. As distrações podem ser mais impactantes, ou pode haver dificuldade de se concentrar. Também podem ocorrer problemas de memória e esforço dobrado para tomar decisões, principalmente as pequenas — como escolher o que vestir antes de trabalhar.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

FIM DA ARANHA MARROM

Atualmente, o jeito mais eficaz de matar uma aranha-marrom, dessas que se esgueiram em armários e dentro de sapatos em Curitiba, é com uma chinelada e suas variáveis. O método, no entanto, poderá ser substituído em breve. Isso porque pesquisadores do Paraná descobriram uma mistura de produtos naturais que é eficaz contra o aracnídeo. Quando exposta à fórmula, a morte da aranha é certa. O desafio agora é transformar isso em um produto que possa ser usado em casa e tenha efetividade.
O químico Francisco de Assis Marques, do Departamento de Química da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e coordenador da pesquisa, explica que o projeto começou há um tempo num grupo que busca alternativas para controle de pragas. Na época, o grupo estudava um repelente para o mosquito Aedes aegypti. Quando fizeram um teste – um dos pesquisadores, o doutorando Vinícius Annies, passou o produto no braço e colocou-o em uma gaiola com mosquitos – notaram que além do efeito de repelência, os mosquitos também morreram em contato com a substância. “Funcionava e ainda era composto de produtos naturais”, ressalta.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Ubiratan Lustosa compartilhou  texto de Helio Puglielli.



A palavra equilibrada, a escolha temática oportuna, o desenvolvimento coerente, o bom acabamento formal de acordo com os critérios da versificação.
 Estas são características marcantes do livro “Perfume de Mulher”, a mais recente contribuição de Ubiratan Lustosa para nosso acervo literário.

A vitalidade poética, já demonstrada em coletânea anterior, se reafirma nos textos agora publicados, escritos em 2014 e 2015.
É uma poesia temperada pela maturidade existencial mas conservando a sensibilidade e o ímpeto da juventude.
Nela está a marca de Ubiratan, que atestou também sua desenvoltura como cronista e como memorialista, em livros anteriores. Faz e faz bem feito.
Homem de múltiplo talento, ícone de nossa cultura, protagonista central da expansão das atividades radiofônicas no Paraná, é também historiador lúcido e fidedigno da mídia sonora, com “O Rádio do Paraná”, inestimável contribuição à memória paranaense.

sábado, 12 de setembro de 2015

Rádio Educativa - 60 anos

DOMINGO NO PROGRAMA DA ZÉLIA.

Neste domingo, dia 13, meu amigo Paulo Brando e eu estaremos no programa Nossa História falando um pouco sobre nossa radiofonia.

 Conversa de oitentões instigados por Zélia a contar coisas do passado.

NOSSA HISTÓRIA, domingo, 9 da manhã, com transmissão pela rádio E-Paraná Am 630 celebrando os 60 anos de criação da Rádio Educativa, inicialmente denominada Rádio Colégio Estadual.

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Utilidade Publica/o que funciona e não funciona no feriadão





1
Serviços públicos
5 – SÁB6 – DOM7 – SEG8 – TER
2






3
Bancos
Não abremNão abremNão abremNão abrem
4
Correios*
Não abremNão abremNão abremNão abrem
5
Comércio
AbreNão abreNão abreNão abre
6
Supermercados
AbremAbremFacultativoFacultativo
7
Mercado Municipal*
7 às 18 h7 às 13 hNão abre7 às 13 h
8
Mercado de Orgânicos
7 às 18 h7 às 13 hNão abre7 às 13 h
9
Feiras Orgânicas
AbremNão abremNão abremFacultativo
10
Feiras Gastronômicas
AbremNão abremNão abremNão abrem
11
Feiras Noturnas
Não abremNão abremNão abremFacultativo
12
Sacolões**
AbremNão abremNão abremAbrem
13
Armazéns da Família e Mercadão Popular
AbremNão abremNão abremNão abrem
14
Parques
AbremAbremAbremAbrem
15
Zoológico e Passeio Público
AbremAbremAbremAbrem
16
Rua da Cidadania Matriz (Rui Barbosa)
Não abreNão abreNão abreNão abre
17
Demais Ruas da Cidadania
Não abremNão abremNão abremNão abrem
18
Prefeitura e repartições públicas
Não abremNão abremNão abremNão abrem
19
Câmara Municipal
Não há sessão
Não há sessão
Não há sessão
Não há sessão
20
Assembleia Legislativa
Não há sessão
Não há sessão
Não há sessão
Não há sessão
21
Min. Público PR
Não funcionaNão funcionaNão funcionaNão funciona
22
TJ-PR
Não funcionaNão funcionaNão funcionaNão funciona
23
Transporte coletivoHorário:esc. de sábado
esc. de domingo
esc. de domingo
esc. de domingo
24
Coleta de lixo
normalNão tem
Locais alternados
Locais alternados
25






26
* Praça da alimentação funciona até as 15 h
27
** No domingo e na segunda, o Sacolão Santa Efigênia abre das 8 às 12 h. Na terça, abrem apenas os sacolões Boqueirão, Fazendinha, Jardim Paranaense, Monteiro Lobato, Pinheirinho, Santa Felicidade, Vila Sandra e Capão Raso.
28






29
Centros Culturais
5 – SÁB6 – DOM7 – SEG8 – TER
30






31
Museu Oscar Niemeyer
10 às 18 h10 às 18 hNão abre10 às 18 h
32
Museu da Fotografia
12 às 18 h12 às 18 hNão abre12 às 18 h
33
Museu da Gravura
12 às 18 h12 às 18 hNão abre12 às 18 h
34
Gibiteca
Não abreNão abreNão abreNão abre
35
Memorial de Curitiba
9 às 15 h9 às 15 hNão abreNão abre
36
Portão Cultural*
10 às 19 h10 às 19 hNão abreNão abre
37
Casa Hoffman**
19h30 às 21h3012 às 14 hNão abreNão abre
38
Museu do Expedicionário
13 às 17 h13 às 17 hNão abre13 às 17 h
39
Museu Paranaense
10 às 16 h10 às 16 hNão abre10 às 16 h
40
Museu de Arte Contemporânea
10 às 16 h10 às 16 hNão abre10 às 16 h
41
Museu Alfredo Andersen
10 às 16 h10 às 16 hNão abre10 às 16 h
42
Sala do Artista Popular
Não abreNão abreNão abreNão abre
43
*Cine Guarani funcionará dias 5, 6 e 8. Casa da Leitura Wilson Bueno funciona dia 5.
44
** Abre no sábado para o Aulão de Dança Cigana e no domingo para o Improviso de Dança e Música
45






46
Shoppings
5 – SÁB6 – DOM7 – SEG8 – TER
47






48
Água Verde
alimentação
11h30 às 21 h11 às 20 h11 às 20 h11 às 20 h
49

lojas9 às 21 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
50
Cidade
alimentação
10 às 22 h12 às 20 h12 às 20 h12 às 20 h
51

lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
52
Crystal*
alimentação
10 às 22 h11 às 22 h11 às 22 h11 às 22 h
53

lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
54
Curitiba
alimentação
10 às 22 h11 às 20 h11 às 20 h11 às 20 h
55

lojas10 às 22 h12 às 20 h12 às 20 h12 às 20 h
56
Estação
alimentação
10 às 23 h11 às 22 h11 às 22 h11 às 22 h
57

lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
58
Jardim das Américas
alimentação
11 às 22 h11h30 às 21 h11h30 às 21 h11h30 às 21 h
59
lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
60
Mueller
alimentação
10 às 22 h11 às 22 h12 às 22 h11 às 22 h
61

lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
62
Novo Batel
alimentação
12 às 22 hNão abre12 às 22 h12 às 22 h
63

lojas10 às 20 hNão abremNão abremFacultativo
64
Omar
alimentação
9 às 18 hNão abreNão abreNão abre
65

lojas9 às 18 hNão abremNão abremNão abrem
66
Palladium
alimentação
10 às 23 h11 às 22 h11 às 22 h11 às 22 h
67

lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
68
Parkshopping Barigui
alimentação
10 às 23 h12 às 21 h12 às 21 h12 às 21 h
69
lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
70
Pátio Batel
alimentação
10 às 22 h11 às 22 h11 às 22 h11 às 22 h
71

lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h
72
PolloShop Alto da XV
alimentação
9 às 22 h9 às 22 h10 às 20 h10 às 20 h
73
lojas10 às 22 h10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h
74
Popular
alimentação
9 às 21 hNão abre10 às 19 h10 às 19 h
75

lojas9 às 21 hNão abrem10 às 19 h10 às 19 h
76
São José
alimentação
10 às 22 h11 às 22 h11 às 22 h10 às 22 h
77

lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h10 às 22 h
78
Total
alimentação
12 às 22 h12 às 20 h12 às 20 h12 às 20 h
79

lojas10 às 22 h14 às 20 h14 às 20 h14 às 20 h

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Veneno

O veneno de uma vespa brasileira, Polybia paulista, contém uma poderosa toxina que mata células de câncer, sem danificar células saudáveis. Agora, um grupo de cientistas da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Universidade de Leeds, na Inglaterra, descobriu exatamente como a toxina, chamada MP1, consegue abrir buracos exclusivamente nas células cancerosas, destruindo-as.
O estudo, publicado  na revista científica Biophysical Journal, poderá inspirar a criação de uma classe inédita de drogas contra o câncer. De acordo com um dos autores do estudo, Paul Beales, da universidade inglesa, a toxina MP1 não afeta as células normais, mas interage com lipídios – moléculas de gordura – que estão distribuídos de forma anômala apenas na superfície das células de câncer.
Ao entrar em contato com a membrana dessas células, a toxina abre buracos por onde escapam moléculas essenciais para seu funcionamento.
“Terapias contra o câncer que atacam a composição de lipídios da membrana da célula seriam uma classe inteiramente nova de drogas antitumorais. Isso poderia ser útil para o desenvolvimento de novas terapias combinadas, nas quais múltiplas drogas são utilizadas para tratar um câncer atacando diferentes partes de suas células simultaneamente”, disse Beales.
A Polybia paulista foi descoberta e descrita pelo professor Mário Palma, da Unesp de Rio Claro.
Os cientistas já haviam estudado a toxina MP1 e sabiam que ela agia contra micróbios causadores de doenças destruindo a membrana das células bacterianas. Mais tarde, os estudos revelaram que a toxina é promissora para proteger humanos de câncer e tem capacidade para inibir o crescimento de células de tumores de próstata e de bexiga, além de células de leucemias resistentes a várias drogas.
Até agora, no entanto, não se sabia como a MP1 é capaz de destruir seletivamente as células tumorais, sem danificar as células saudáveis.
“Desde que descrevemos a toxina do veneno dessa vespa, em 2009, sabíamos que ela contém peptídeos com uma forte propriedade antibacteriana, funcionando como um antibiótico potente. Mais tarde, pesquisadores coreanos e chineses começaram a fazer trabalhos com esses peptídeos sobre células de câncer e nós fomos estudar sua ação em linfócitos com leucemia”, disse Neto ao jornal Estado de S. Paulo.

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html