quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Namoro sério deve começar até os 24 anos; saiba por quê?

publicado originalmente no www.bonde.com.br


publicado originalmente no www.bonde.com.br



A partir de 30 anos número de mulheres é bem maior que o de homens, o que aumenta a 'concorrência', segundo pesquisa feita no Paraná


Reprodução
Para encontrar sua cara-metade as mulheres precisam ficar mais flexíveis em algumas exigências
Assim como em todo país, a população feminina também é predominante no Paraná.
A diferença chega a 182 mil mulheres a mais do que homens no estado. Esse é um motivo de preocupação para quem ainda pensa em encontrar um companheiro para um relacionamento sério. "Não é novidade o fato de que a sociedade tem mais mulheres do que homens. Na verdade faz tempo que eles têm maior facilidade para encontrar uma parceira", comenta Sheila Rigler, diretora da agência curitibana Par Ideal.

Mas esta diferença não é para todas as faixas etárias. De acordo com os dados divulgados pelo Censo, entre 20 e 24 anos a população paranaense tem 2.146 homens a mais. O motivo da redução a partir dos 25 anos é o fato de que eles morrem mais novos e com mais frequência em acidentes de carro, homicídios e evitam os cuidados com a saúde, principalmente o acompanhamento médico.

A especialista em relacionamentos afirma que as mulheres devem aproveitar a faixa etária entre 20 e 24 anos - na qual a maioria está focada na carreira - para iniciar relacionamentos sérios, com os homens que nesta idade já procuram estabelecer a base de um compromisso. "Muitos homens nesta idade procuram a agência e reclamam que as mulheres não querem nada sério, querem apenas aproveitar o momento. Existem homens e mulheres com este perfil em todas as idades, o importante é lembrar que as pessoas que buscam o relacionamento sério tem a mesma aparência que aquelas que não querem e é difícil identificar isso em uma balada", brinca Sheila.

Acompanhando o perfil dos solteiros há 16 anos, dados da Par Ideal mostram que a busca por um relacionamento sério geralmente começa aos 30 anos. Nesta faixa etária, entre 30 e 34 anos, existem 15 mil mulheres a mais do que homens no Paraná. "Infelizmente, não tem o que questionar, algumas pessoas ficarão sozinhas", comenta a diretora da agência. E ela apresenta duas ações importantes para alterar este cenário. "As mulheres precisam ficar mais flexíveis em algumas exigências e aproveitar as oportunidades. Além disso, os homens precisam se cuidar mais em todos os aspectos para não se transformarem em uma espécie em extinção", explica.

Outra questão importante é deixar os preconceitos de lado. Ainda existem muitas pessoas que evitam o envolvimento com alguém divorciado. Para Sheila o compromisso com uma pessoa que saiu de uma separação deve ser observado com mais atenção. "A segunda relação tem grandes chances de dar certo, pois a pessoa está mais madura e casando porque realmente quer. Quando o casamento não é mais uma obrigação ou imposição social, o relacionamento se torna muito mais interessante", complementa Sheila. E a procura também tem aumentado. Entre os homens cadastrados na Par Ideal, 55,8% são novos solteiros, ou seja, são separados, divorciados ou viúvos, buscando um novo amor.

A partir de 30 anos número de mulheres é bem maior que o de homens, o que aumenta a 'concorrência', segundo pesquisa feita no Paraná


Reprodução
Para encontrar sua cara-metade as mulheres precisam ficar mais flexíveis em algumas exigências
Assim como em todo país, a população feminina também é predominante no Paraná.
A diferença chega a 182 mil mulheres a mais do que homens no estado. Esse é um motivo de preocupação para quem ainda pensa em encontrar um companheiro para um relacionamento sério. "Não é novidade o fato de que a sociedade tem mais mulheres do que homens. Na verdade faz tempo que eles têm maior facilidade para encontrar uma parceira", comenta Sheila Rigler, diretora da agência curitibana Par Ideal.

Mas esta diferença não é para todas as faixas etárias. De acordo com os dados divulgados pelo Censo, entre 20 e 24 anos a população paranaense tem 2.146 homens a mais. O motivo da redução a partir dos 25 anos é o fato de que eles morrem mais novos e com mais frequência em acidentes de carro, homicídios e evitam os cuidados com a saúde, principalmente o acompanhamento médico.

A especialista em relacionamentos afirma que as mulheres devem aproveitar a faixa etária entre 20 e 24 anos - na qual a maioria está focada na carreira - para iniciar relacionamentos sérios, com os homens que nesta idade já procuram estabelecer a base de um compromisso. "Muitos homens nesta idade procuram a agência e reclamam que as mulheres não querem nada sério, querem apenas aproveitar o momento. Existem homens e mulheres com este perfil em todas as idades, o importante é lembrar que as pessoas que buscam o relacionamento sério tem a mesma aparência que aquelas que não querem e é difícil identificar isso em uma balada", brinca Sheila.

Acompanhando o perfil dos solteiros há 16 anos, dados da Par Ideal mostram que a busca por um relacionamento sério geralmente começa aos 30 anos. Nesta faixa etária, entre 30 e 34 anos, existem 15 mil mulheres a mais do que homens no Paraná. "Infelizmente, não tem o que questionar, algumas pessoas ficarão sozinhas", comenta a diretora da agência. E ela apresenta duas ações importantes para alterar este cenário. "As mulheres precisam ficar mais flexíveis em algumas exigências e aproveitar as oportunidades. Além disso, os homens precisam se cuidar mais em todos os aspectos para não se transformarem em uma espécie em extinção", explica.

Outra questão importante é deixar os preconceitos de lado. Ainda existem muitas pessoas que evitam o envolvimento com alguém divorciado. Para Sheila o compromisso com uma pessoa que saiu de uma separação deve ser observado com mais atenção. "A segunda relação tem grandes chances de dar certo, pois a pessoa está mais madura e casando porque realmente quer. Quando o casamento não é mais uma obrigação ou imposição social, o relacionamento se torna muito mais interessante", complementa Sheila. E a procura também tem aumentado. Entre os homens cadastrados na Par Ideal, 55,8% são novos solteiros, ou seja, são separados, divorciados ou viúvos, buscando um novo amor.

Nenhum comentário:

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html