segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Em 22 de julho de 1935, o locutor Luiz Jatobá, estreava o" Programa Nacional" cujo objetivo principal era propagandear as realizações do Governo Federal, ou
seja de Getúlio Dorneles Vargas.


Já em 1939, quando Vargas já havia estabelecido no país a ditadura do Estado Novo, o programa radiofônico foi rebatizado como "A Hora do Brasil" e tornou-se transmissão obrigatória pelas emissoras de rádio, sempre no horário das 19 horas.

Durante a vigência de outra ditadura, a do regime militar,"A Hora do Brasil" passou a ser "A Voz do Brasil".Mudou de nome, mas manteve seu caráter cumpulsório e sua marca registrada: a abertura com os acordes da ópera de Carlos Gomes, "O Guarani", e a voz de um locutor anunciando: "Em Brasília, 19 horas".

Quando da criação do programa,o rádio era o principal meio de comunicação de massa, e não havia outros canais para os brasileiros da regiões mais distantes se informarem sobre os acontecimentos da vida do país.

Nesses 75 anos que nos separam da primeira transmissão do programa, o Brasil passou por grandes transformações, urbanizou-se e deixou de ser um país de população eminentemente rural.

O rádio também mudou e se adequou à concorrência de outros meios como a Televisão e a Internete.

Existem no Congresso vários projétos para flexibilizar o horário de transmissão do programa, e que pretendem dar às rádios, pelo menos, a possibilidade de adequar "A Voz do Brasil" em suas programações.

Herança da era do rádio


1922 - o rádio começa a operar no Brasil em 7 de setembro, na cidade do Rio de Janeiro, com um discurso do então presidente, Epitácio Pessoa

1935- Getúlio Vargas cria o Programa Nacional. Já operavam no país cerca 50 emissoras.

1939- Um decreto-lei de Vargas atribui ao programa as funções de
"centralizar, coordenar, orientar e superintender a propaganda nacional"

1962- É criado o Código Brasileiro de Telecomunicações, que torna oficial a obrigatoriedade de as emissoras paralisarem a programação para a transmissão do programa

1967- A Voz do Brasil passa a transmissão do Congresso Nacional

2008- Uma pesquisa do InterMeios revela que A Voz do Brasil derrruba irremediavelmente a audiência. Após o programa, a audiência se recupera pouco e lentamente


Destaque

A Rádio Clube (PRB2), de Curitiba/PR, é a segunda emissora brasileira
a entrar no ar e até nenhuma outra teve uma programação tão completa e de tão alto nivel profissonal.


Em 1941 O "Reporter Esso", marco do jornalismo radiofônico brasileiro, entra no ar pela rádio Farroupilha, de Porto Alegre.

domingo, 30 de outubro de 2016

Climatempo
Domingo, 30 de Outubro


Curitiba - PR

Dom Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens. 11ºC 21ºC 0mm 0%
Seg Sol com algumas nuvens. Não chove. 12ºC 22ºC 0mm 0%
Ter Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. 16ºC 27ºC 5mm 60%
Qua Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite. 18ºC 29ºC 17mm 67%
Qui Chuvoso durante o dia e a noite 15ºC 20ºC 14mm 80%

segunda-feira, 17 de outubro de 2016


" Para ser feliz é necessário uma enorme coragem.
Ser infeliz qualquer um pode ser. Ver negatividade nas coisas é fácil, mas para ver beleza e alegria nas coisas mais simples é necessário uma grande alma."
(Osho)

quinta-feira, 13 de outubro de 2016


Recordando programas

Tem uma coluna neste BLOG onde relaciono os "blogados" por mim. A tempos, citei numa matéria o Paulo Cesar e identifiquei o programa pelo qual ele ficou famoso, que era o "A baiúca do xiló". O pessoal da época sabe que esse era o nome artístico, da mesma forma que eu uso meu nome artístico, Paulo Branco. Tinha um charme a mais, deixar o verdadeiro nome em segredo. Na verdade, não citei na matéria o verdadeiro nome do Paulo Cesar, mas tomei o cuidade de colocar seu nome verdadeiro na coluna dos "blogados".

Baseados no fato que já relacionei este e alguns outros programas famosos no rádio paranaense, deram uma idéia que achei sensacional, apesar da dificuladade. Pediram para que eu citasse famosos programas doutras épocas. Existiram aos montes, será muito difícil nominar todos, pois certamente deixaremos alguns de fora. Iniciaremos pesquisa e desde já, solicito ajuda dos "velhos" companheiros. Mas, como gosto de desafios, vou lembrando e relatando aos poucos, ou "em partes" como diria Jack. Lá vai uma primeira rodada:
Revista Matinal - Arthur de Souza - Rádio Colombo;
Despertador da Cidade - Abel Scuissiato -Rádio Cultura;
Troca Tudo - Paulo Branco - Rádio Guairacá;
Preto no Prato - Wilian Sade - não se tratava de feijão e sim de disco, que era preto e rodava no prato do toca discos;
A Voz do Povo - Jorge Nassar - Rádio Curitibana;
A Hora do Feijão - Nhô Jeca - Rádio Curitibana;
É o fim da Picada - Nhô Juvêncio - Rádio Clube, Rádio Colombo.

Aguardo colaborações pelo pbradialista@yahoo.com.br ou diretamente pelo Blog.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016



Elon Garcia, um pouco da sua história


Quando escrevi neste Blog sobre minhas andanças pela Guairacá, contei uma história sobre o Elon Garcia, grande amigo. A matéria Que divulgação, hein? - Sexta-feira, 25 de Abril de 2008, conta como fiz para promover meu nome para um programa que fazia na emissora.
Pretendia logo depois, fazer uma entrevista com Elon para o Blog. Encontrei com ele nas homenagens realizadas pelo Museu da Imagem e do Som (MIS), já relatadas no Blog. Soube duma entrevista sobre a sua carreira, quando foi entrevistado pelo Wille e Mazza na CBN/Curitiba, e como a entrevista atende muito bem a minha intençao, resolvi colocá-la no Blog. Aproveitei então o audio, através do sítio do José Willi - www.jws.com.br -, e algumas imagens que consegui do Elon.
Antes de ouvir o VídeoSlide, vejamos o que foi dito na Câmara Municipal de Curitiba, qundo Elon da Silva Garcia foi agraciado com a distinção honorífica "Prêmio Colunista Dino Almeida", na categoria "Publicitário, Radialista, Ator-Produtor":

- Falar de Elon Garcia é falar de uma figura conhecidíssima em Curitiba, principalmente por causa de sua imagem na televisão local. Quem não se lembra de seu rosto simpático anunciando produtos das Lojas HM e das lojas Disapel ? De sua dicção impecável e de sua voz, que convencia a todos a comprar o que anunciava ?

- Ele iniciou sua vida profissional em 1952, como locutor na Rádio Guairacá. Continuou no ramo na PRB2 e na Emissora Paranaense, mantendo programas de grande audiência popular, patrocinados pelas Lojas HM. Com experiência e jeito para comunicador, foi dos primeiros a participar dos testes de televisão em Curitiba, nos anos de 1957 e 1958, ainda em circuito fechado. Já com com os canais abertos instalados, Elon tinha presença garantida nas telas como "garoto-propaganda" dos mais requisitados.
- Autodidata em matéria de marketing, não deixou de atuar em rádio e televisão, passando também pela Rádio Independência (Departamento Comercial) e algum tempo em Joinville, assessorando as Lojas Freitag. Pelo menos, desde 1965, ele tem um associação plena de imagem com as Lojas Disapel. Sua iniciativa como "marketeiro" provocou um resultado inesperado de vendas de geladeiras na, então pequena, loja. Com uma faixa e anúncios em rádios, liqüidou rapidamente o estoque de geladeiras, recebido em consignação, e continuou "para sempre" como Assessor de Marketing e Publicidade da Disapel. Adotando o estilo "varejão", de acordo com o perfil do consumidor, criou campanhas antológicas, e se especializou em batizar produtos com nomes curiosos (dormitórios, salas e cozinhas), sempre vendidos com o "precinho Disapel, a mais simpática !". Quem não se lembra das ofertas com pagamento inicial de um cruzeiro, ou "apenas um beija-flor de entrada" ?
- Elon Garcia fundou sua própria agência de publicidade, a Elon Garcia Publicidade S/C, em 10 de dezembro de 1971. Em pouco tempo, já era uma das mais procuradas de Curitiba.
- Mas Elon Garcia foi, também, uma das primeiras figuras da televisão do Paraná, quando participou da inauguração da TV Paranaense Canal 12, em 29 de outubro de 1960. Durante o evento, foi o Mestre de Cerimônias, aparecendo no momento do descerramento da fita inaugural. E, também foi um assíduo "garoto-propaganda", reconhecido hoje, como um dos primeiros rostos a aparecer na tela da televisão, "oficialmente".

Morre Elon Garcia, o semeador da Propaganda do Paraná

0
Elon Garcia, o semeador da Propaganda do Paraná. Foto: Jonathan Campos/Gazeta do PovoFoto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo
“Só quarentinha por mês”. “Um beija-flor de entrada”. “Chalaláááá…”. Quem, acima dos 40, não se lembra do vozeirão de Elon Garcia anunciando na tevê as promoções da Disapel, “a mais simpática”, loja curitibana de eletrodomésticos que fez sucesso nos anos 1980? O publicitário morreu hoje de manhã, aos 81 anos, no Hospital Nossa Senhora das Graças, onde estava internado havia 30 dias. Elon era diabético e cardíaco. Em 1971, Elon da Silva Garcia fundou a agência Elon Garcia Publicidade Total, hoje sob o comando de seu filho Elon Cesar Ísfer Garcia, também presidente do Sindicato das Agências de Propaganda do Paraná (Sinapro).
Era um dos profissionais mais respeitados e admirados do setor e foi um dos primeiros a receber o troféu Semeador da Propaganda do Paraná, concedido pela classe. Enquanto o marketing da Disapel esteve sob seu comando, ao longo de 30 anos, a empresa figurou entre as mais populares de Curitiba, até sua falência, em 2000. “Ele acendeu e apagou a luz da Disapel”, diz o filho. Elon pai começou fazendo a locução dos anúncios da loja, fundada em 1964, e a partir de 1971 passou a atendê-la em sua agência. Trabalhou nas Rádios Guairacá, Difusora Paranaense e Independência antes de entrar de vez na publicidade. Foi também a primeira imagem a ser vista pelos curitibanos na inauguração da TV Paranaense Canal 12, em 1960, da qual foi o mestre de cerimônias. Ao se aposentar, Elon passou o bastão para o filho e abandonou os microfones, calando sua voz marcante na locução de comerciais.

Jayme Caetano Braun ,um dos maiores poetas gauchos e O Tempo!

domingo, 9 de outubro de 2016

Horário de verão começa domingo que vem!

verão

O horário brasileiro de verão é a alteração da hora oficial em algumas regiões do país, por um período
 determinado, em uma hora, sendo que no seu início os relógios são adiantados em uma hora. O horário de verão é uma determinação da presidência da república através da Casa Civil com o decreto Nº 6.558, de 08 de setembro de 1988. O decreto determina que o horário de verão deverá ser iniciado no terceiro domingo de outubro.

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Pelo bem da sua saúde: acabe com a reclamação crônica

Pesquisas de universidades americanas mostram que pessimismo prolongado prejudica parte do cérebro que cuida do funcionamento cognitivo e arrisca coração a infartos e doenças



Pare de reclamar. É pelo seu bem. Meia hora de negatividade por dia pode danificar o cérebro de uma pessoa – esteja ela reclamando, ouvindo alguém reclamar ou mesmo assistindo a notícias negativas pela TV. Isso prejudica o funcionamento de neurônios do hipocampo, parte da massa cinzenta que cuida da resolução de problemas, do funcionamento cognitivo e da memória. A conclusão é de estudo realizado na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.


Esta mesma pesquisa descobriu que reclamações não têm propósito. 95% dos consumidores que tenham um produto problemático em mãos não o reportam para a companhia, mas falam dele para oito a 16 pessoas. É improdutivo: o fulano se estressa, e o problema persiste.

Um pouquinho de otimismo, por outro lado, faz bem para o coração. Um outro estudo, este da Universidade de Illinois, concluiu que um indivíduo otimista tem o dobro de chance de ter um coração saudável do que um pessimista. Foi analisada a saúde de 5.100 adultos com idades entre 45 e 84 anos. Foi a segunda pesquisa científica que chegou a esta conclusão em poucos anos. A anterior, de Harvard, relacionou otimismo e esperança a menor risco de infartos.

Faz mal para o cérebro, faz mal para o coração, então chega de reclamação. Combinado? A boa notícia é que o cérebro humano aparentemente é capaz de ser retreinado. Primeiro passo: identificar se você é otimista, pessimista ou, o que queremos evitar, um reclamante crônico.

Otimista: vê um copo meio cheio. Pessimista: vê um copo meio vazio.

Reclamante crônico: vê um copo cuja água não está suficientemente gelada, provavelmente porque esteve fora da geladeira. Tem uma sujeirinha na borda, ou seja: quem o lavou não lavou direito. Agora deve haver algum vírus nele. Por que isso sempre acontece comigo?

Encaixou-se na condição de reclamador? Aí vão algumas dicas que Guy Winch, PhD e autor do livro The Squeaky Wheel: Reclamando do Jeito Certo para Obter Resultados, deu em entrevista à FastCompany.  Elas têm mais a ver com empresas, mas servem também para o dia a dia.

1. Reclamações devem ter propósito. Se for se queixar para alguém ou alguma empresa, decida antes aonde você quer chegar. Senão quem está do outro lado não saberá como ajudar.
2. Seja conciso. Fique com os fatos, deixe adjetivos de lado, e não se preocupe em explicar todo e qualquer detalhe. Objetividade torna a reclamação menos nociva e mais produtiva.
3. Lembre-se de quem está do outro lado. Numa reclamação para uma empresa, a pessoa que lhe atende provavelmente não fabricou o produto. Controle suas emoções e a poupe.
4. Comece e termine com afirmações positiva. “Sou um fiel consumidor da sua marca, mas desta vez...” já serve para dar início. Uma reclamação é uma acusação, e isso deixa a outra pessoa na defensiva. No fim da conversa, o truque também tem efeito positivo.

sábado, 1 de outubro de 2016



Previsão do tempo Curitiba - PR
Quarta 28 Setembro 2016
26° C 9° C 16 km/h
QuintaSextaSábadoDomingoSegundaTerça
29 SETEMBRO30 SETEMBRO01 OUTUBRO02 OUTUBRO03 OUTUBRO04 OUTUBRO
24°12°15°16°17°20°
11°10°10°11°
38 km/h33 km/h41 km/h42 km/h41 km/h36 km/h
VEJA A PREVISÃO COMPLETA

FIQUE BEM INFORMADO.

Leia mais: Hoje é dia de que? Datas comemorativas • A arte da vida. Apon HP. Literatura para pensar e sentir http://www.aponarte.com.br/p/hoje-e-dia-de-que-e-amanha_09.html